Será a defesa o motivo do menor fulgor do Famalicão?

Será a defesa o motivo do menor fulgor do Famalicão?

Lesões e castigos têm forçado alterações no sector. Período coincide com menor fulgor na Liga

O Famalicão, que continua no pódio, não ganha há três jogos para o campeonato e está no período menos pujante da temporada, fase que coincide com uma onda de lesões e castigos na defesa. Aliás, João Pedro Sousa não repete o mesmo quarteto desde a derrota (3-0) no Dragão.

Depois disso, Roderick Miranda rendeu Patrick William, no eixo, na vitória (2-1) sobre o Gil Vicente, mas Patrick voltou às opções para jogar como lateral-direito em Braga, por troca com Lionn. Nesse encontro, Roderick foi expulso e a igualdade com o Moreirense (3-3) ditou outro castigado (Nehuén Pérez) e um lesionado (Patrick William). Pelo meio, Lionn também se magoou e foi Riccieli a jogar como lateral na derrota em Portimão (2-1).

Noutro contexto, o Famalicão fez o pleno na eleição dos melhores golos do mês, votação feita no site do Sindicato dos Jogadores. Toni Martínez levou o primeiro e o segundo lugares, com os golos marcados a Gil Vicente e Moreirense, e Racic ficou em terceiro pelo tento apontado aos cónegos.