"O árbitro pode e tem que errar como os outros. O VAR será diferente"

"O árbitro pode e tem que errar como os outros. O VAR será diferente"

João Pedro Sousa, treinador do Famalicão, voltou a abordar a eliminação da Taça de Portugal diante do Benfica.

Antevisão ao duelo com o Aves: "Vamos ter uma tarefa complicada com um adversário que vem de um resultado algo pesado, que se encontra numa posição muito complicada no campeonato. Precisa urgentemente de ganhar, mas muito sinceramente estamos muito focados no nosso processo, focados em nós e no que temos que fazer para vencer o jogo. É um jogo muito importante depois, de nas últimas semanas, os resultados não terem sido o que nós desejávamos, por isso uma vitória agora é fundamental".

Recuperação da equipa: "Vamos ter tempo para recuperar. Estamos fortes, não tenho dúvidas. Ainda não digerimos bem as emoções do ultimo jogo mas até ao jogo vamos estar bem. (...) Tenho a certeza que os meus jogadores vão dar uma resposta forte. Fisicamente estão prontos, em termos emocionais também estão preparados para dar uma boa resposta".

Diferenças entre Nuno Manta e Augusto Inácio: "Vejo algumas diferenças entre o Aves de Inácio de Nuno Manta. O Nuno consegue estruturar a equipa de determinada forma e dentro do jogo consegue alterar várias vezes o sistema. Pode estar com uma linha de cinco, pode estar com uma linha de quatro e depois três médios e três jogadores na frente ou então só com três médios e mais um jogador na frente projetando o lateral. Tem várias alternativas no seu sistema. Baseia muito o seu jogo numa boa organização defensiva e a jogarem muito no erro do adversário".

Arbitragem e eliminação diante do Benfica: "Não gostaria de falar de arbitragem. O árbitro que está no jogo pode errar e tem que errar como os outros intervenientes. O VAR será diferente. O lance em causa não vou comentar, mas não foi pelo VAR que não passamos à final da Taça de Portugal. O Benfica foi mais competente, nós fizemos aquilo que sabíamos e o que podíamos, nas duas eliminatórias. Infelizmente não chegou. Ficamos com a sensação nítida que tínhamos capacidade para chegar mas estamos mais fortes e a promessa que fazemos é que vamos regressar na próxima época para esta competição para tentar fazer melhor do que esta época".