"Jogo com o FC Porto é um dos que nos dá prazer"

"Jogo com o FC Porto é um dos que nos dá prazer"

Miguel Ribeiro, presidente da SAD do Famalicão, deixou subentendida a ambição de lutar por um lugar europeu, embora a época do clube esteja já a exceder as expectativas.

Miguel Ribeiro é, por estes dias, um presidente satisfeito porque o campeonato está às portas do regresso. "Os últimos dois meses foram muito complicados e no futebol não fugimos à regra, mas estamos essencialmente satisfeitos pela retoma, satisfeitos porque estamos quase a voltar e preparados para os dez jogos que faltam, porque ainda temos muito para conquistar", exprimiu o líder da SAD do Famalicão, em declarações à Sport TV, em vésperas de os minhotos receberam o FC Porto (quarta-feira, 21h15).

A temporada do Famalicão está a exceder as expectativas, não fosse o clube ter estado arredado da I Liga durante 25 anos. Agora que voltou, encontra-se a lutar por um lugar europeu. Apesar de já ter a permanência garantida, Miguel Ribeiro repetiu que o "Vila Nova" tem muitos pontos para disputar. "Quisemos construir um fio de jogo e jogadores dentro do nosso parâmetro de jogo. Estamos satisfeitos, mas ainda falta muito", insistiu.

Sobre o encontro com os dragões, o dirigente garantiu um "Fama" pronto. "O FC Porto está em primeiro, está forte e estamos a falar do líder do campeonato. É um jogo de dificuldade acrescida. Porém, estaremos preparados", prometeu. A baliza famalicense será defendida por Rafael Defendi, que se mostrou entusiasmado por defrontar os portistas no regresso da prova. "Estamos muito determinados. O FC Porto é um dos adversários mais difíceis da Liga, mas este é um jogo que nos dá prazer", salientou.

Miguel Ribeiro apelou, ainda, à consciência social para que o desconfinamento continue a ser feito em segurança. "O cumprimento das regras é fundamental para um bom regresso. Apelo a que os nossos adeptos o façam, que se cuidem e que se protejam porque isto é muito sério", avisou. "Todos nós temos que fazer a nossa parte para a retoma do campeonato e da vida", concluiu.