Ivo Vieira e a derrota com o Portimonense: "Foi isso que aceitei e não tenho que me lamentar"

Ivo Vieira e a derrota com o Portimonense: "Foi isso que aceitei e não tenho que me lamentar"
Redação com Lusa

Tópicos

Declarações de Ivo Vieira, treinador do Famalicão, após a derrota na receção ao Portimonense (3-0), no encontro da 12.ª jornada da Liga Bwin.

Análise do jogo: "Tentei dar mais intensidade à equipa com jogadores frescos, já que o jogo não estava a correr como queríamos. Mas a nossa ideia inicial era tentar entrar em vantagem. Tivemos que correr atrás do prejuízo. Estivemos perante uma equipa muito eficaz nos momentos do jogo, teve a felicidade do jogo no primeiro golo, onde há ali uma infelicidade nossa."

Tentativas frustradas: "A partir daí tentámos muitos ataques, mas com pouco discernimento e pouco enquadramento com a baliza. Os jogadores tentaram, lutaram, trabalharam, fizeram para as coisas acontecer. Não aconteceram perante uma equipa competente nas tomadas de decisão. Acabaram por fazer três golos, que acho que foi um resultado duro para aquilo que os meus jogadores fizeram."

Falhas: "Chegámos ao último terço e não tomámos boas decisões nos cruzamentos, não tomámos boas decisões quando tínhamos que rematar. Obviamente que os jogadores tentaram e tiveram muitas vezes oposição de um Portimonense organizado, mas faltou-nos meter a bola na baliza, tentar rematar mais. É um aspeto que temos a crescer."

Resiliência: "Vou tentar não fazer uma questão do facto de sermos uma equipa jovem e inexperiente. Os jogadores estão aqui, conquistaram o espaço para estar. O projeto é este. É isto que as pessoas querem e é com isto que eu tenho que trabalhar. Foi isso que aceitei e não tenho que me lamentar por isso acontecer, mas potenciar estes atletas."