"Covid-19? O futebol não vive em nenhuma bolha que possa estar imune"

"Covid-19? O futebol não vive em nenhuma bolha que possa estar imune"

Miguel Ribeiro falou à margem da apresentação de uma parceria do Famalicão com a marca que vai vestir o plantel e staff dos minhotos.

Ausência de público: "Estou solidário com os adeptos e com a causa de estarem no estádio, mas não tenho poder para tomar decisões nem nenhum dado que me possa tornar assertivo na resposta. Gostava de ter adeptos? Gostava. Não temos, é o que é".

Casos positivos de covid-19 no futebol: "O futebol não foge à regra como qualquer outra indústria. É preocupante? É, mas é preocupante para o futebol e para toda a gente. O futebol não vive em nenhuma bolha que possa estar imune. Temos que minimizar o risco, mais do que isso não conseguimos fazer".

Reforços no Famalicão: "Há ajustes que temos que fazer. Como é um mercado atípico, se calhar vamos vivê-lo até ao último dia. Há lacunas no plantel e estamos a trabalhar para as resolver".