Veríssimo: "O Gonçalo Esteves certamente irá aprender com a expulsão"

Veríssimo: "O Gonçalo Esteves certamente irá aprender com a expulsão"
Redação com Lusa

Tópicos

Declarações de Nélson Veríssimo, treinador do Estoril, após a derrota (1-0) em Guimarães, na segunda jornada do campeonato.

A derrota: "Estamos chateados pelo resultado. Não entrámos bem, com a agressividade ofensiva que pretendíamos. Tivemos paciência na primeira fase de construção, a procurar os espaços que deveríamos ter aproveitado. Não conseguimos ser agressivos no ataque à profundidade. Sofremos o golo fruto de alguma falta de agressividade defensiva, no corredor lateral. O lance começou numa bola parada. Ainda assim, o jogo esteve dividido."

Correções: "Na segunda parte, fizemos algumas correções, porque estávamos com dificuldades para controlar a largura do Vitória. Assumimos mais riscos e, na segunda parte, mantivemos o jogo sempre dividido. A primeira oportunidade da segunda parte é nossa. Quando estávamos a mexer na equipa, tivemos a expulsão do Gonçalo [Esteves], mas a equipa soube reorganizar-se. O Vitória criou-nos problemas, com transições ofensivas que nos obrigaram a recuar. O Estoril teve mérito em manter o jogo vivo com menos um jogador e teve uma oportunidade pelo Tiago Araújo, em que o Bruno Varela teve mais mérito [a defender] do que ele demérito."

Expulsão: "O Gonçalo certamente irá aprender com isso [expulsão]. Os erros vão-se cometendo. O lance serve de aprendizagem para ele e para todos os outros. Mais importante do que isso é a resposta que a equipa deu até ao final do jogo."

Mercado: "Sabemos o que precisamos em termos de plantel [até ao encerramento do mercado], mas estamos muito satisfeitos com o que temos, com a forma como os jogadores se estão a entregar ao processo de treino. Com mudança de treinador e mudança de jogadores, é necessário tempo para que os processos sejam consolidados."