"O Estoril está a dar passos sustentados para voltar a jogar competições europeias"

"O Estoril está a dar passos sustentados para voltar a jogar competições europeias"
Miguel Gouveia Pereira

Tópicos

A O JOGO, Joãozinho fez um balanço positivo e considerou que os canarinhos estão a dar passos sustentados na Liga Bwin. Entre os três emblemas que tinham subido de divisão no ano anterior, o capitão lembrou que o Estoril foi o único que não aguardou pelas últimas jornadas para garantir a permanência.

O Estoril regressou esta temporada ao principal escalão do futebol português, depois de três anos de ausência, e acabou num confortável nono lugar. Uma campanha que, para o capitão Joãozinho, foi positiva. "Penso que fizemos uma época fantástica, nunca estivemos abaixo do décimo lugar. É verdade que chegámos a estar nos cinco primeiros, mas, depois, houve uma quebra, talvez porque as outras equipas começaram a respeitar mais o Estoril", avaliou o lateral-esquerdo, em conversa com O JOGO.

O defesa, de 32 anos, considera que "o surto de covid-19, em janeiro, abateu um pouco o plantel, mas não serve de desculpa para alguns jogos menos conseguidos." "Foi a partir daí que começámos a baixar o rendimento, mas penso que os adeptos estão felizes. Das três equipas que tinham subido [Estoril, Vizela e Arouca], fomos a única que não lutou até ao fim pela permanência", salientou o capitão canarinho, garantindo que "não houve desilusão por não lutar pela Europa." "Esse nunca foi o nosso objetivo. O clube está a dar passos sustentados para voltar a jogar competições europeias, mas, primeiro, é preciso assegurar uma consolidação na Liga Bwin", explicou.

Individualmente, Joãozinho lembrou que fez mais "70 jogos como titular nos últimos dois anos." "É sinal de que me cuido bem, trabalho bem e treino como jogo. Penso que essa é a explicação para mais uma boa temporada, claro que contei com a ajuda dos meus companheiros e o modelo de jogo também se adequa à minha forma de jogar", frisou.