Um internacional italiano que pode render 2,4 milhões de euros ao Estoril

João Pedro Galvão com a camisola do Cagliari

 foto AFP

SAD conservou 30 por cento do passe do avançado João Pedro Galvão, que está perto de reforçar a Salernitana.

João Pedro Galvão deixou o Estoril no verão de 2014, mas, mesmo oito anos depois da saída do avançado ítalo-brasileiro, de 30 anos, a SAD canarinha ainda pode lucrar. Isto porque, aquando da transferência para os italianos do Cagliari, a Sociedade manteve 30 por cento dos direitos desportivos do jogador.

Entretanto, a SAD da Amoreira deixou de pertencer à Traffic e passou para as mãos da MSP Capital Sports, o que não inviabilizou que se mantivesse uma percentagem do passe de antigos jogadores, como é o caso de João Pedro Galvão. Durante este período, o avançado tornou-se ídolo e capitão do emblema da Sardenha e adquiriu a nacionalidade italiana. Tem uma internacionalização pela Squadra Azzurra, curiosamente na derrota com a Macedónia do Norte, que afastou os transalpinos do Mundial.

Na época passada, o Cagliari desceu para a Série B e, de acordo com a imprensa italiana, o avançado pode agora mudar para a Salernitana, num negócio que pode ascender aos 8 milhões de euros. Caso se efetivem estes números, o Estoril terá direito a cerca 2,4 milhões de euros, um valor superior ao recebido em 2014, que foi de cerca de um milhão de euros e ainda o empréstimo de Matías Cabrera.

Na temporada em que representou o Estoril, em 2013/14, João Pedro Galvão foi um dos elementos mais influentes da equipa então treinada por Marco Silva. Marcou nove golos em 28 jogos e contribuiu para um histórico quarto lugar da formação de Cascais.