Chaves: Rafael Assis entre Marselha e Bétis

Chaves: Rafael Assis entre Marselha e Bétis
Carlos Veras

Tópicos

O médio-defensivo brasileiro é um dos ativos mais valorizados nesta fase da época e poderá render à SAD cerca de três milhões de euros

A boa campanha do Chaves, na época de regresso à I Liga, e particularmente de alguns dos jogadores, atraiu a atenção de clubes nacionais e estrangeiros. As notas dos respetivos observadores incidiram, sobretudo, no médio-defensivo Rafael Assis, uma das principais figuras da equipa, sendo disputado pelo Marselha (França) e pelo Béts (Espanha). Uma vez que o médio brasileiro tem contrato por mais duas épocas, as possibilidades de um encaixe financeiro são elevadas e rondará os três milhões de euros.

Perfilam-se mais bons negócios para os flavienses, uma vez que Paulinho e Perdigão estão também referenciados no mercado internacional. No caso do primeiro, parece estar na calha um clube europeu, e o destino do ala brasileiro poderá ser os Emirados Árabes Unidos, embora se preveja que o processo culmine apenas no final da temporada.

Em relação à vontade de contratar Marcos Matias (Sheffield Wednesday, de Carlos Carvalhal), está dependente do estado físico do jogador, ainda a recuperar de uma lesão sofrida na pré-temporada. E parecem difíceis de conseguir as cedências de Pedro Tiba (Braga), Sérgio Oliveira (F C do Porto) e Pelé (Benfica), não só por reservas dos seus treinadores, mas também por questões relacionadas com os vencimentos mensais.