Daniel Ramos: "Quando se tem uma ferramenta na mão como o videoárbitro..."

 foto Pedro Sarmento Costa/Lusa

Treinador do Chaves comenta a derrota frente ao Braga.

O Chaves perdeu em casa por 1-0, frente ao Braga, no jogo que abriu a jornada quatro do campeonato. "Quando se perde, o sentimento é sempre de tristeza, mas temos um lado que nos alegra, o exibicional, que nos conforta de certa forma, mas estamos tristes, porque perdemos mal, fomos melhores nas primeira e segunda partes. Faltou concretizar, ser mais astutos e clarividentes, pois fizemos uma exibição de grande qualidade, muito bem conseguida, muito consistente, demos muito pouco ao Braga e dei os parabéns aos meus jogadores no final. Há que manter esta ideia de jogo e continuar a trabalhar para manter esta consistência", começou por dizer o treinador Daniel Ramos.

"Quem perde quatro peças importantes da época passada e começa assim a nova época, isso dá-nos alento e a certeza de que vamos fazer um grande campeonato. Agora têm de aparecer os pontos para subir na tabela e as exibições ficarem demonstradas na classificação. Muito brevemente vamos começar a fazer pontos. Houve contingências que nos desagradaram ao longo do jogo, pois as intensidades quando são avaliadas têm de o ser para os dois lados. Num jogo de futebol os critérios devem ser uniformes, se for largo critério dever ser largo, ou se é apertado também deve ser para os dois lados. Basta ver o que aconteceu na área do Braga e no lance que sofremos golo para encontrar situações destas no jogo. Quando se tem uma ferramenta na mão como o videoárbitro, temos de a utilizar da melhor forma. Obrigado ao público da forma como apoiou a equipa durante todo o jogo e da forma como se despediu dos jogadores no final", completou