Filipe Martins e a posição do Paços de Ferreira: "Só quem esteja muito desatento..."

Filipe Martins e a posição do Paços de Ferreira: "Só quem esteja muito desatento..."
Redação com Lusa

Tópicos

O Casa Pia, oitavo colocado, com oito pontos, visita o Paços de Ferreira, 18.º e último, sem pontos, no domingo, às 15h30, no Estádio Capital do Móvel, em encontro da sexta ronda da I Liga, com arbitragem de Tiago Martins, da associação de Lisboa.

O treinador do Casa Pia, Filipe Martins, alertou este sábado que apenas os desatentos consideram que os pontos do Paços de Ferreira, adversário na sexta ronda da I Liga, "são condizentes" com a sua qualidade.

"Só quem esteja muito desatento é que acha que os pontos do Paços de Ferreira são condizentes com as ideias da equipa e do treinador. Tem tido vários constrangimentos. Ninguém está à espera de um jogo fácil. Esperamos uma equipa que quer reagir diante dos seus adeptos e fazer os primeiros pontos no campeonato", sublinhou o treinador.

Em conferência de imprensa de antevisão ao encontro, Filipe Martins apontou que o Casa Pia tem de se focar nos seus próprios comportamentos, mas entende que os seus jogadores se sentem "cada vez mais confiantes", o que torna a equipa "competitiva".

"A forma como preparamos os adversários é gerida pelo nosso momento e não pelo do adversário. Ainda só vai no início e, em dois ou três jogos, tudo muda. O Paços não está numa situação de desespero, ninguém resolve nada à sexta jornada, muito menos num campeonato tão competitivo como a I Liga. A preparação foi exatamente igual às outras equipas, sempre o mesmo respeito. Temos de nos focar muito no que temos de melhorar ainda como equipa", apontou o treinador, natural da Amadora, com 44 anos.

Os pacenses contabilizam cinco desaires em cinco encontros no campeonato, com dois golos marcados - ambos frente ao Benfica -, enquanto o Casa Pia assume-se como a defesa menos batida da prova, com apenas um tento sofrido - também com o Benfica.

"Não acho que [o Paços] seja uma equipa de um ataque extraordinário, mas tem boas ideias e jogadores rápidos na frente. Não vai ser um jogo de ataque do Paços e mais defensivo da nossa parte. Vamos discutir o jogo em todos os momentos", expressou.

Reconhecendo que "o processo ofensivo está um pouco mais atrasado em relação ao defensivo", Filipe Martins afirmou que a equipa está preparada "em todos os setores" e que estão reunidos "todos os ingredientes para ser um excelente jogo de futebol".

"Se pudesse ter 15 pontos e 10 golos sofridos, trocava imediatamente. Dá-nos algum mérito em termos organizativos e demonstra que temos um bom processo defensivo. Se conseguirmos trazer uma vitória com a baliza a zeros, ótimo. Se for uma vitória com golos sofridos, não fico muito chateado", frisou, acerca do registo defensivo da equipa.

O futebolista Leonardo Lelo compareceu na sala de imprensa do Estádio Pina Manique, ao lado do treinador, afirmando que os "gansos" estão "a demonstrar o mesmo futebol da época passada, com a mesma personalidade e objetivos, mas sempre jogo a jogo".

"Todos os jogos são muito complicados nesta Liga. Temos de encarar todos os jogos da mesma forma, com muita organização e intensidade", frisou o jovem defesa esquerdo, de 22 anos, acrescentando: "O Paços tem uma excelente equipa, vão jogar perante os seus adeptos e tentar redimir-se dos resultados obtidos. Temos de nos focar em nós".

A fazer a estreia na I Liga, Leonardo Lelo disse que sempre teve o sonho de representar um clube na elite do futebol português, num "excelente início de época", com "muito boas exibições", mas que ainda vão "à procura de mais" nesta primeira época na I Liga.

"Sempre tive o sonho de jogar na I Liga. Estou a cumpri-lo e penso que é merecido, por tudo o que trabalhei", realçou o jogador, a cumprir a sua segunda época nos lisboetas.

O Casa Pia, oitavo colocado, com oito pontos, visita o Paços de Ferreira, 18.º e último, sem pontos, no domingo, às 15h30, no Estádio Capital do Móvel, em encontro da sexta ronda da I Liga, com arbitragem de Tiago Martins, da associação de Lisboa.