Sérgio: o carrasco sonha virar herói

Sérgio: o carrasco sonha virar herói
Bruno Filipe Monteiro

Tópicos

Treinador foi adversário na última vez que o clube foi à final (1998). Domingo espera dar o primeiro passo rumo ao Jamor

Quando se jogar a final da atual edição da Taça de Portugal, terão passado 17 anos desde que o Braga pisou pela última vez o relvado do Jamor. Foi na tarde quente de 24 maio, que começou com os bracarenses a sonharem levar o troféu para o Minho e acabou com lágrimas para Zé Nuno Azevedo, Artur Jorge, Karoglan e companhia. Um dos principais responsáveis por esse desaire foi aquele que, curiosamente, hoje está incumbido de colocar os bracarenses novamente na rota daquele palco mítico: Sérgio Conceição. O antigo extremo jogou 85 minutos e realizou a assistência para o primeiro dos três golos da vitória do FC Porto, apontado, de cabeça, por Aloísio, aos 16 minutos, conquistando, desta forma, a única Taça de Portugal da carreira.

Leia a notícia completa no e-paper ou na edição impressa de O JOGO