Sérgio Conceição vai impugnar despedimento

Sérgio Conceição vai impugnar despedimento

SAD do Braga alega justa causa, defesa do treinador exige indemnização pelos danos causados

O despedimento de Sérgio Conceição, anunciado ontem pelo Braga, alegando "justa causa", no seguimento de um processo disciplinar que havia sido instaurado ao treinador, será agora dirimido na justiça. O primeiro passo, segundo adiantou Tiago Rodrigues Bastos, o advogado de Conceição, será impugnar a quebra do vínculo contratual no Tribunal de Trabalho. "Era um desfecho previsível, mas não têm razão nenhuma. Este despedimento assenta em factos que não são verdadeiros. O Sérgio foi acusado de ter ofendido o presidente do Braga, mas nada se passou conforme é descrito", garantiu o jurista.

Esclarecida a verdade dos factos, a defesa do treinador vai exigir uma indemnização à sociedade desportiva arsenalista tendo em conta "todos os danos causados" pelo processo que terminou "com a sanção de despedimento de justa causa". "Implicou danos morais e patrimoniais referentes a mais um ano de contrato. Por outro lado, esta situação é suscetível de prejudicar a cotação do treinador no mercado", explicou o advogado, assumindo apenas que Conceição, para todos os efeitos, deixou de ser treinador do Braga desde 26 de junho, tal como precisou a SAD.

Pedro Rocha