Salvador suspenso dois meses

Presidente do Braga punido ainda com uma multa de 2040 euros pelas críticas ao árbitro Duarte Gomes, após o Braga-Vitória de Setúbal.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol puniu António Salvador, presidente do Braga, com dois meses de suspensão e ainda uma multa de 2040 euros. Em causa estão as delcarações do dirigente no final do Braga-Vitória de Setúbal (4-1).

Apesar da vitória expressiva, a expulsão de Paulo Vinícius em cima do apita final, que o impediu de defrontar o Benfica, causou a revolta de António Salvador, entre outros lances.

"Não consigo perceber uma arbitragem destas, que já não se usa há muitos anos. Só no tempo do Calabote é que se usava arbitragens destas. Hoje, no futebol atual, moderno, credível, não pode haver arbitragens destas", disse Salvador na altura.