SAD do Braga apresenta resultado líquido positivo

SAD do Braga apresenta resultado líquido positivo
Redação

Tópicos

Braga anunciou, esta quarta-feira, o resumo do resultado financeiro da SAD no que toca ao exercício de 2021/22.

O Braga anunciou, na tarde desta quarta-feira, os resultados financeiros da SAD relativamente ao exercício de 2021/22, em que apresentou um resultado líquido positivo de 3,110 milhões de euros.

No exercício de 2020/21, recorde-se, a sociedade arsenalista tinha registado um prejuízo de 1,93 milhões de euros. Trata-se, portanto, de um regresso aos balanços positivos.

O Braga assinala um exercício "pautado por múltiplos constrangimentos associados à pandemia provocada pela covid-19" e esclarece que "estes números não refletem os ganhos associados à operação de alienação dos direitos de inscrição desportiva do atleta David Carmo (concluída já no decorrer do exercício económico 2022/23)".

"Os rendimentos operacionais (excluindo operações com direitos de atletas) atingiram os 29,563 milhões de euros" e "os rendimentos líquidos obtidos em operações com direitos de atletas ascenderam a 22,204 milhões de euros, elevando o total de rendimentos para valores superiores a 52 milhões de euros, o que representa a segunda cifra mais elevada da história da Braga SAD", lê-se ainda no documento enviado à CMVM.

Relativamente aos gastos operacionais (excluindo operações com direitos de atletas), "verificou-se um decréscimo de 1,067 milhões de euros, justificado principalmente pela redução em 8% dos gastos com o pessoal". "As remunerações do pessoal ascenderam a 16,248 M€, ao que acresceram prémios de desempenho (2,591 M€), encargos sobre remunerações (1,724 M€)", detalham os bracarenses.

O passivo registou uma redução de 5,415 milhões de euros (10%) e está agora nos 49,175 M€. A SAD apresenta capitais próprios de 42,287 M€ - o "montante mais elevado de sempre".

Nota ainda para o EBITDA (resultado antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações), que passou dos 6,866 M€ para os 12,385 M€.