Sá Pinto identifica os perigos do Spartak e fala do ranking da UEFA

Sá Pinto identifica os perigos do Spartak e fala do ranking da UEFA

Treinador do Braga revela conhecer vários jogadores da equipa moscovita e sublinha a importância do Braga para o ranking de Portugal na UEFA.

Ricardo Sá Pinto estudou o Spartak de Moscovo e sabe identificar os principais perigos que a equipa russa pode proporcionar ao Braga no play-off de acesso à Liga Europa. Esta quarta-feira, na conferência de imprensa de antevisão ao encontro da primeira mão, o técnico dos arsenalistas deu os exemplos de quatro jogadores que podem causar estragos.

"É uma equipa equilibrada, conheço o Gigot que jogou na Bélgica, o Melgarejo [ex-Benfica], o Schurrle, que toda a gente conhece, o Bakaev que é um número 10 muito perigoso... Tem jogadores de qualidade em todos os sectores. Uma equipa que, tal como nós, merecia passar à fase de grupos da Liga Europa. Os detalhes vão fazer a diferença na eliminatória", assinalou Sá Pinto, que, quando questionado sobre a importância que o Braga pode ter no ranking de Portugal na UEFA, falou em "responsabilidade":

"Estamos a lutar pelo sexto lugar do ranking [da UEFA], sabemos dessa responsabilidade. Queremos as duas coisas: colocar o Braga na fase de grupos e colocar Portugal em melhor posição. Mas estamos focados na eliminatória, na passagem do play-off e na entrada na fase de grupos. O Spartak tem um grande histórico europeu, teve uns anos em que não foi às provas europeias, mas é o clube com mais campeonatos da Rússia, é um dos grandes, com quem teremos de jogar e ultrapassar para estarmos na fase de grupos", rematou o treinador português.