Paulinho fala da Seleção e possível saída: "Não me tirou a vontade de trabalhar"

Paulinho fala da Seleção e possível saída: "Não me tirou a vontade de trabalhar"
Pedro Rocha

Tópicos

Paulinho, avançado do Braga, fez a antevisão ao encontro com o AEK, para a Liga Europa, e falou sobre a Seleção.

Expectativas: "Temos expectativas boas e ambição elevadas. Temos um treinador diferente, com ideias totalmente diferentes e o grupo também. Mas a equipa é boa e acreditamos que vamos fazer uma boa fase de grupos".

Metas para a Liga Europa: "Queremos começar bem amanhã [contra o AEK]. Não podemos criar ilusões, nem metas sem antes começarmos a ganhar".

Fechou o mercado e continua no clube: "Agora só penso em trabalhar mais e melhor. O mercado fechou, mas [a possibilidade de sair] nunca me tirou a vontade de trabalhar".

Público na bancada: "O público é a essência do jogo, faz toda a diferença. Passámos por isso em alguns estádios e julgo que será um bom teste para algumas pessoas perceberem que, se os adeptos se comportarem e cumprirem as devidas distâncias, que é possível termos público nos jogos do nosso campeonato".

AEK: "É uma equipa forte, com excelentes executantes e com capacidade técnica muito boa. Temos trabalhado bem nesse sentido, poderão esperar um grande espetáculo".

A Seleção Nacional por alcançar: "A Seleção Nacional tem tido resultados incríveis e tem excelentes jogadores. Eu vou continuar a fazer um bom trabalho e a conseguir bons números, tentando ser uma dor de cabeça para o selecionador".

Ainda não marcou nesta época: "Acredito que as coisas acabarão por acontecer, o mais importante é a equipa. Sempre foi esse o meu pensamento. De resto, a forma de jogar da equipa até me favorece, com mais posse de bola. Só falta de facto melhorar na finalização".