"Se é preciso saber ganhar também é preciso saber perder"

"Se é preciso saber ganhar também é preciso saber perder"

O treinador do Braga, Abel Ferreira, optou por não comentar a arbitragem, nomeadamente o lançamento que deu o golo da vitória ao FC Porto.

Sentimento e parabéns ao FC Porto: "Saio orgulhoso, nós não especulamos, dizemos ao que vimos [ganhar o jogo]. Deixe-me primeiramente dar os parabéns [ao FC Porto], porque se é preciso saber ganhar também é preciso saber perder. Ganhou a equipa mais eficaz. Não a melhor equipa, mas a mais eficaz. Parabéns também aos nossos adeptos que vieram em força para nos ajudar. Queremos valorizar o espetáculo, criar emoção nas pessoas através do jogo que fazemos e, muito honestamente, sinto-me orgulhoso do que fizemos".

Lance do golo: "Não vou especular. Como disse, dou os parabéns ao FC Porto porque fez um golo e nós não. Não quero valorizar porque o que devemos valorizar, como o Sérgio [Conceição] disse, é um bom espetáculo. Foram duas equipas a jogar para vencer, acabou para cair para a equipa que foi mais feliz".

Equipa não sai mais forte: "Quando se perde não se pode sair mais forte, mas saímos orgulhosos. O FC Porto é uma equipa com uma variabilidade de jogo muito grande. Sabíamos que se quebrássemos ali os primeiros vinte minutos íamos ter oportunidades, e tivemos, acho que não há partida em que não temos, mas hoje não fomos capazes de fazer".

Jogar sempre para vencer: "Esta equipa não pode perder identidade, a forma de jogar. Infelizmente uma das características desta equipa é fazer golos, tivemos oportunidades mas os postes impediram-nos. O FC Porto marcou após um lançamento. O futebol é eficácia e o FC Porto fez golo e nós não. Nós não especulámos, viemos mesmo para ganhar o jogo, como sempre, seja contra quem e onde for. Se há justiça ou injustiça no futebol, hoje [sábado] a minha equipa não merecia sair sem nenhum ponto".