"Com o relvado molhado vamos passar a eliminatória"

"Com o relvado molhado vamos passar a eliminatória"

Abel Ferreira, treinador do Braga, só lamentou a falta de calma da equipa junto da baliza do Zorya.

Sobre o jogo e o Zorya: "Este era o nosso primeiro jogo oficial e por isso tínhamos de fazer pausa na forma de jogar do adversário, muito intenso. Criámos oportunidades para marcar mais golos, conseguimos fazer um, mas sabíamos que fosse qual o resultado a eliminatória continua aberta. Estou contente com o desempenho, mais com o empenho da equipa. No último terço, na hora da decisão, faltou um pouco mais de calma. Isso vai aparecer com os jogos

Relvado: "Muita gente não conhece o Zorya, mas como um treinador conceituado [referindo-se a Paulo Fonseca], é uma equipa que joga com grande intensidade. Agora vamos jogar em casa, com o relvado totalmente molhado, em não apenas em algumas partes. Se entras no jogo deles ficas logo em desvantagem, eles domimam bem o jogo que praticam. Com o relvado molhado vamos passar a eliminatória"

Cansaço: "Nestes últimos minutos, com o cansaço a tomar conta da cabeça, por vezes cometemos erros e isso aconteceu. Nos últimos 15 minutos tivemos três perdas de bola que deram ânimo ao adversário. Precisamos de ter mais calma com bola porque se tivemos a bola eles não podem atacar"