Abel Ferreira: "Não sou cinzento: ou sou preto ou sou branco"

Abel Ferreira: "Não sou cinzento: ou sou preto ou sou branco"
Pedro Marques Costa

Tópicos

Na antevisão do jogo deste terça-feira com o Aves, relativo aos quartos de final da Taça de Portugal, Abel Ferreira prometeu o melhor onze e confirmou presença de Marafona na baliza.

Jogo decisivo
"Uma equipa vai falhar, isso é seguro... São jogos a eliminar, duas equipas com a mesma vontade e cada uma vai lutar pelo que quer. Traçámos objetivos, temos vindo passo a passo e esta vai ser mais uma etapa, perante o detentor do troféu. O Aves tem um treinador muito bom, que sabe o que faz, bastante experiente, há um conhecimento mútuo das equipas e é decisivo. Vamos procurar ser fiéis ao nosso plano de jogo, cumprir as nossas missões táticas e lutar pela vitória do primeiro ao último segundo"

Aves
"É uma equipa que varia a pressão do seu bloco, mais alto ou mais intermédio, mas por norma o Aves é uma equipa que pressiona no pontapé de saída do adversário, tem a sua força nas transições e com jogadores rápidos nos corredores. Muitas nuances acontecem no jogo e temos que estar preparados. O Aves é uma equipa competitiva, criou muitas dificuldades às equipas grandes e temos que estar muito organizados no nosso jogo coletivo, aproveitando todos os momentos do jogo para fazer mossa"

Melhor onze em campo - Marafona na baliza
"Já me conhecem há alguns anos. Para mim, o que é verdade hoje, amanhã também é verdade. Não tenho duas palavras e não sou cinzento: ou sou preto ou sou branco. Vamos ter o Marafona na baliza, como era esperado, porque sou coerente. Vamos escolher a melhor equipa para lutar pela vitória"