E se José Fonte reforçasse o Braga? Eis o que diz o irmão

E se José Fonte reforçasse o Braga? Eis o que diz o irmão
Pedro Rocha

Tópicos

Rui Fonte, avançado do Braga, respondeu às questões dos adeptos na rubrica "Duas de Letra" e comentou um cenário hipotético em que o irmão, José, reforçaria a defesa da equipa arsenalista.

Taça de Portugal e Taça da Liga: "Foram duas conquistas especiais. Há muitos anos que o Braga não ganhava uma Taça de Portugal e isso concretizou-se numa final emocionante. Até fiz um golo. A Taça da Liga também deu grande prazer ganhar, e ainda por cima foi em nossa casa, diante dos nossos adeptos".

O DJ do Braga: "Tenho essa responsabilidade. Tento agradar a todos com música brasileira ou reggaeton, mas ainda ouço críticas".

Sobre Paulinho: "Está a fazer uma grande época. Eu só tenho que ajudar quando sou chamado. Fico feliz por ele. É sinal de que a equipa está bem. É claro que quero jogar mais, mas reconheço que o Paulinho está bem. Cabe-me complicar-lhe a vida".

O regresso a Braga: "A experiência com o meu irmão [José Fonte] no Lille, em França, foi muito boa. Mas só me sentia realmente em casa no Braga e, por isso, regressei. Vivemos juntos e partilhámos experiências como adultos. Foi muito gratificante".

O melhor golo: "Foi ao serviço do Benfica B no campo do Feirense".

NÃO SAIA DE CASA, LEIA O JOGO NO E-PAPER. CUIDE DE SI, CUIDE DE TODOS

Arrepia-se a ver o golo que marcou no Jamor, na final da Taça ganha pelo Braga? "Claro. Foi o meu primeiro troféu. Até ao fim da minha vida vai continuar a arrepiar, por ter sido muito especial".

Ter o irmão [José Fonte] no Braga: "Se pudesse, fazia o resto da carreira ao lado dele. Vamos ver o que dirá o futuro, mas estamos bem servidos de centrais. O meu irmão foi quem mais me marcou. Construiu a carreira dele a pulso, é um ídolo para mim. Tento dar tudo no trabalho como ele".

Conselhos para quem é avançado: "Ser forte mentalmente e saber jogar a dois toques. Um avançado deve perceber bem as diferentes fases de um jogo e, acima de tudo, aparecer na área a finalizar".

Fazer três golos ou marcar no último minuto? "Prefiro marcar no último minuto. Não há nada que supere isso.