Carlos Carvalhal: "Não sei se é penálti, dou o benefício da dúvida ao árbitro e ao VAR"

Carlos Carvalhal: "Não sei se é penálti, dou o benefício da dúvida ao árbitro e ao VAR"
Redação

Tópicos

Declarações do treinador Carlos Carvalhal à Sport TV após a derrota do Braga, por 3-2, com o Midtjyland, na quinta jornada do Grupo F da Liga Europa, disputado na Dinamarca.

Sobre o jogo: "Antevíamos um jogo difícil, o Midtjyland entrou bem no jogo, porque conseguiu um golo logo no primeiro minuto. Equilibrámos e dominámos até ao intervalo pelo que se justificava o 1-1. Na segunda parte eles baixaram linhas, tivemos dificuldades. Eles com agressividade positiva, nunca fomos muito apoquentados, mas a realidade é que sofremos novamente um golo logo no início."

Arriscar: "Não estávamos satisfeitos com o jogo, não estávamos a jogar bem. Alterámos e arriscámos tudo, com dois pontas de lança. Conseguimos o 2-2 e quando nada o fazia esperar, cometemos um erro que nos custou um ponto, o que não estava nas nossas expectativas."

Benefício da dúvida: "É futebol. Os erros fazem parte do jogo. Foi um grande golo o do Galeno, mas depois tivemos o erro defensivo. Não vi o lance, não sei se é penálti, mas dou o benefício da dúvida ao árbitro e ao VAR. Neste momento o jogo está terminado, podíamos ter feito melhor, mas temos tudo nas mãos para seguir em frente. Vencer o Estrela Vermelha em casa e chegar ao primeiro lugar. Com os nossos adeptos e uma noite à Braga temos todas as hipóteses para chegar à fase seguinte no primeiro lugar."

Golos e perder: "Há respeito pelo Braga, mas quem faz dois golos não pode perder. No mínimo empata, ou então ganha. Sobre o passado não podemos fazer nada, mas no futuro dependemos só de nós para chegar ao primeiro lugar. O que estiver ao nosso alcance, vamos fazê-lo".