Braga rejeitou proposta de 11 milhões por Trincão

Braga rejeitou proposta de 11 milhões por Trincão
Manuel Casaca | Cláudia Garcia

Tópicos

António Salvador acredita no potencial do esquerdino e recusou a proposta enviada sábado pelo clube italiano por entender que o jogador pode ser valorizado, e muito, esta época

O último dia do mercado de transferências podia ter levado Trincão para a Atalanta, atual 11.ª classificada da Série A, mas António Salvador recusou a proposta apresentada pelo clube italiano.

Segundo O JOGO apurou, a equipa de Bérgamo pretendia levar já o esquerdino, para iniciar de imediato os trabalhos sob as ordens de Gian Piero Gasperini.

A proposta apresentada sábado pela Atalanta garantia desde logo o pagamento de um milhão de euros pelo empréstimo de um ano, mais dez milhões pela obrigação de compra.

Para tentar convencer António Salvador, o Braga ficava ainda com uma percentagem de uma futura transferência. Condições que os responsáveis da Atalanta consideravam interessantes e suficientes para concretizar o negócio. No entanto, levaram com a nega do presidente dos arsenalistas.

Ainda segundo a mesma fonte contactada por O JOGO, António Salvador acredita que Trincão pode valorizar, e muito, nos próximos tempos, incluindo, naturalmente, esta temporada. O avançado tem apenas 19 anos, cumpre a segunda temporada no plantel principal e vai entrando aos poucos.

Para já, e mesmo ainda sem ter garantido o estatuto de titular, conta com quatro jogos, três no campeonato e um na Liga Europa. A concorrência é forte e o Braga tem boas opções para o ataque, mas nem isso alterou os planos de António Salvador. O presidente acredita que o jogador pode ser ainda mais valorizado na equipa principal e até na Seleção de sub-21, de forma a subir a cotação. Para já, os 11 milhões de euros da Atalanta não convenceram o presidente.

Contratualmente ligado ao Braga até 30 de junho de 2023, Francisco Trincão tem uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros. O novo contrato foi assinado no ano passado, dias antes de o jogador viajar para a Finlândia, onde ajudou Portugal a ser campeão da Europa de sub-19.

Ao troféu coletivo somou o título de melhor marcador da prova, com cinco golos em cinco jogos, em igualdade com o benfiquista Jota. Numa jogada de antecipação, e numa altura em que vários clubes já davam conta do interesse no jogador, concretamente a Juventus, António Salvador prolongou-lhe o contrato até 2023, isto quando o anterior terminava a 30 de junho deste ano.

Contrato até 2023
Em 2018, antes de viajar para o Europeu de sub-19, Trincão renovou até 2023. O contrato anterior expirava este ano

Cláusula de 30 M€
Com o novo contrato assinado no ano passado, o esquerdino ficou com uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros

Quatro jogos em 2018/19
Esta época alinhou em quatro jogos, três no campeonato e um na Liga Europa

38 jogos pelas seleções
Alinhou em 38 jogos em todas as seleções jovens. Falta-lhe os sub-21

Concentrado nos sub-21
e à espera da estreia

Trincão tem um trajeto muito rico nas Seleções Nacionais jovens, evidenciando um crescimento notável. Internacional sub-17, sub-18, sub-19 e sub-20, soma 38 jogos pelas diversas equipas das Quinas. Para concluir com êxito o percurso falta-lhe a estreia nos sub-21, o que até pode acontecer brevemente.

Isto porque o esquerdino que tem no currículo um campeonato da Europa de sub-19, conquistado no ano passado, foi convocado por Rui Jorge para os jogos com Gibraltar (amanhã, em Alverca) e Bielorrússia (dia 10, em Zhodino).