Braga reage à Supertaça: "O nosso adversário foi, finalmente, superior"

Braga reage à Supertaça: "O nosso adversário foi, finalmente, superior"

Através da newsletter semanal, o Braga comentou a derrota na Supertaça e considerou que o Sporting foi superior, ao contrário do que aconteceu nos duelos da época passada.

O Braga comentou, esta terça-feira, a derrota (2-1) na Supertaça Cândido de Oliveira, frente ao Sporting, considerando que, desta vez, os leões foram superiores e mereceram levantar o troféu. Através da newsletter "Voz da Legião", os bracarenses reagiram ainda ao tema dos bilhetes devolvidos à FPF para o jogo da final.

"A ambição de trazer para Braga a primeira Supertaça da nossa história era muita. Porém, a final de Aveiro não nos correu de feição. Aliás, ao quarto jogo consecutivo entre Sp. Braga e Sporting - independentemente dos resultados registados anteriormente -, o nosso adversário foi, finalmente, superior e mereceu a conquista do troféu", dizem os arsenalistas.

De lembrar que na última época o Braga perdeu dois jogos para o campeonato e ainda a final da Taça da Liga, diante do Sporting.

"Há várias premissas que podem explicar o número de apoiantes do Sp. Braga neste jogo, mas também é verdade que esta é uma oportunidade de ouro para que, todos juntos - clube, Cidade, sócios e adeptos - façamos uma profunda reflexão sobre o momento que vivemos, a forma como o podemos ultrapassar e, acima de tudo, para onde queremos ir. Não se confunda, porém, a desilusão pelo facto das bancadas de Aveiro não estarem, dentro do possível, repletas de adeptos do Sp. Braga, com qualquer tipo de crítica ou juízo de valor", vincam os minhotos.

Recorde-se que o Braga tinha direito a 3814 bilhetes para o jogo da Supertaça, mas apenas 1603 foram vendidos.

Leia a newsletter na íntegra:

A ambição de trazer para Braga a primeira Supertaça da nossa história era muita. Porém, a final de Aveiro não nos correu de feição. Aliás, ao quarto jogo consecutivo entre SC Braga e Sporting CP - independentemente dos resultados registados anteriormente -, o nosso adversário foi, finalmente, superior e mereceu a conquista do troféu.

No entanto, não será este jogo que nos retirará o foco daquilo que é mais importante. Com a humildade e a capacidade de trabalho que nos é reconhecida, continuaremos a trilhar o caminho, dando passos firmes rumo ao nosso melhor. E, frente ao Marítimo, num campo tradicionalmente complicado, o objetivo é apenas um: ganhar e arrancar da melhor forma esta maratona que dá pelo nome de Liga Portugal Bwin.

Tal como em anos anteriores, ambição é algo que nunca nos faltará. O SC Braga lutará para vencer todos os jogos, seja onde ou contra quem for. Este será sempre o nosso compromisso. E a promessa que podemos fazer a todos os sócios e adeptos é a de manter, ao longo de toda a época, uma atitude competitiva irrepreensível em busca do sucesso coletivo.

E, por falar em adeptos, esta é, finalmente, a temporada em que assistiremos ao tão desejado regresso do público às bancadas. Sem meias palavras: o sucesso de qualquer clube estará sempre umbilicalmente ligado à paixão e à militância dos seus sócios e adeptos. Tal como já aconteceu no Estádio Municipal de Aveiro - onde mais de 1.600 Gverreiros incentivaram a equipa do primeiro ao último minuto -, o apoio dos nossos adeptos é encarado por todos como essencial na edificação da nossa força, do nosso ADN e da nossa identidade.

Há várias premissas que podem explicar o número de apoiantes do SC Braga neste jogo, mas também é verdade que esta é uma oportunidade de ouro para que, todos juntos - Clube, Cidade, sócios e adeptos - façamos uma profunda reflexão sobre o momento que vivemos, a forma como o podemos ultrapassar e, acima de tudo, para onde queremos ir.

Não se confunda, porém, a desilusão pelo facto das bancadas de Aveiro não estarem, dentro do possível, repletas de adeptos do SC Braga, com qualquer tipo de crítica ou juízo de valor. Há algo absolutamente elementar e que deve estar sempre presente: só uma simbiose perfeita entre todas as partes (dentro e fora de campo) poderá catapultar o SC Braga para patamares de exigência ao nível dos seus mais diretos competidores.

Da parte do Clube, o respeito, orgulho e reconhecimento pelos seus sócios e adeptos é total, constante e inalterável. Por isso, contamos, em todos os jogos, com o apoio incondicional do bem mais precioso que qualquer clube pode ter. A sua alma, o seu coração, as suas gentes: os seus sócios e adeptos.