Braga contra o Cartão do Adepto: "É uma lei limitativa e castradora"

Braga contra o Cartão do Adepto: "É uma lei limitativa e castradora"

O Braga não está de acordo com a implementação do Cartão do Adepto.

Através da newsletter semanal "Voz da Legião", o Braga colocou-se contra o Cartão do Adepto, uma medida que considera ser "limitativa e castradora".

"Face a todas as manifestações de repúdio registadas ao longo das duas primeiras jornadas, o SC Braga sublinha algo que já foi várias vezes referido pelo seu presidente, António Salvador, ao longos dos últimos meses: o SC Braga é contra a implementação do Cartão do Adepto nos moldes apresentados. Este conceito já foi utilizado em outros países no passado e os resultados foram amplamente negativos. Por isso, trata-se de uma medida ultrapassada, sem efeitos práticos na valorização do desporto e que vai contra os valores defendidos pelo futebol, nos quais a inclusão merecerá, sempre, especial relevância", pode ler-se na nota dos bracarenses.

"Esta é uma lei limitativa e castradora e que, apesar da sua génese ser válida (combater o racismo e a violência no desporto), vem colocar ainda mais entraves à valorização do futebol enquanto um desporto de massas, afastando as pessoas dos estádios de uma forma discriminatória e segregadora. É um facto que, do ponto de vista jurídico, não existe nenhuma ilegalidade na criação do Cartão do Adepto enquanto documento identificativo, mas ainda assim, o SC Braga entende que este instrumento falha rotundamente o seu objetivo primordial, seguindo até a lógica de insucesso do que aconteceu com os GOA: como não se conseguiu identificar e legalizar o grupo no seu sentido coletivo, tenta-se identificar o indivíduo", acrescentam.

O clube minhoto salienta ainda a nota positiva do regresso dos adeptos ao estádio. "O apoio que a equipa sentiu do primeiro ao último minuto por parte das mais de 7 mil pessoas presentes no Estádio Municipal de Braga deve orgulhar-nos a todos e servir de exemplo e de mote para o muito que ainda falta jogar esta temporada. Com os nossos sócios e adeptos nas bancadas, o SC Braga ficará, indubitavelmente, mais forte."