Ataque do Braga dá cartas na Liga Europa: uma das melhores equipa no plano ofensivo

Ataque do Braga dá cartas na Liga Europa: uma das melhores equipa no plano ofensivo
Tomaz Andrade

Tópicos

Entre remates à baliza, tentativas de golo, finalização ou cantos, o Braga está no topo das estatísticas da fase de grupos da Liga Europa. E é a equipa com mais remates à barra e ao poste...

A terceira vitória consecutiva no Grupo F colocou o Braga no topo da Liga Europa, a rivalizar com equipas mais consagradas e orçamentos mais robustos.

Nas estatísticas da UEFA relativamente às 32 equipas em competição na na prova, o conjunto de Carlos Carvalhal surge entre as melhores em termos ofensivos, isto relativamente à finalização, remates à baliza e tentativas de golo, por exemplo, para lá de ter nas suas fileiras dois jogadores com números muito fortes no capítulo atacante, como Galeno, segundo melhor marcador, e Ricardo Horta, líder nas assistências.

Com nove golos marcados em quatro jogos, o Braga apresenta o quarto ataque mais produtivo da Liga Europa, batido apenas pelo Bayer Leverkusen e Nápoles (11 golos) e Lyon (12 remates certeiros). Os minhotos são a terceira equipa com mais tentativas de golo (72), suplantados mais uma vez pelo Leverkusen (73) e Nápoles (88).

Sendo a formação com mais remates para fora (34), algo que apesar de evidenciar falta de pontaria também demonstra o cariz ofensivo dos arsenalistas, o Braga segue também à frente nos remates à barra (5) e ao poste (3), ou seja, com um pouco mais de sorte poderia estar na liderança das equipas com mais golos marcados. O facto de o Braga ser o quarto com mais cantos a favor (27) valida igualmente a capacidade ofensiva da equipa.

Na quarta jornada da Liga Europa nenhuma equipa marcou mais golos do que os bracarenses. Mais uma vez, a produção ofensiva dos minhotos apenas foi igualada pelo Nápoles (venceu 0-4 em casa do Légia Varsóvia) e Bayer Leverkusen (derrotou, na Alemanha, o Bétis por 4-0). Os bons números dos bracarenses no ataque deixaram dois jogadores em destaque. Se Galeno está na luta pelo título de melhor goleador, tendo menos dois golos do que Toko Ekambi, do Lyon (seis remates certeiros), Ricardo Horta é o segundo com mais disparos à baliza (7), aqui também atrás do avançado camaronês (8). O extremo brasileiro do Braga é também o quarto jogador da Liga Europa com mais remates ao lado (6), uma lista liderada por Kanga, do Estrela Vermelha (9).

Com três assistências no jogo com o Ludogorets, Ricardo Horta subiu diretamente à liderança neste item, repartida com Diaby (Bayer Leverkusen), Iheanacho (Leicester) e Götze (PSV Eindhoven). As ofertas para golo do capitão bracarense levaram mesmo a UEFA a incluí-lo na votação para melhor jogador da semana, tendo como concorrentes Diaby, Benrahma (Genk) e Slimani (Lyon). Horta acabou no último lugar da votação, ganha pelo jogador do Bayer Leverkusen, que marcou dois golos e realizou duas assistências frente ao Bétis. Mesmo assim, o duelo com o Ludogorets teve um capítulo histórico para Ricardo Horta, que pela primeira vez na carreira fez três assistências num jogo.