Roger desperta atenção: "Já tive propostas fora do normal, loucas mesmo"

.

 foto Álvaro Isidoro / Global Imagens

Com 15 anos, dez meses e 27 dias, Roger passou a ser o jogador mais novo a marcar pelo Braga. Ainda não tem contrato profissional, que está pronto a assinar mal complete 16 anos, daqui a um mês

Roger Fernandes ainda não tem contrato profissional com o Braga, algo que só poderá ser feito a partir do momento em que completar 16 anos (daqui a pouco mais de um mês), mas já está no radar de muitos clubes europeus e também suscita atenções de um grande português.

A revelação foi feita pelo seu empresário, e tio, Eusébio Mango. "Já tive propostas fora do normal, loucas mesmo, daquelas de tirar o sono, mas tudo vai ter de passar pelo Braga. Ele só sairá do Braga no momento em que António Salvador quiser", revelou o empresário, em declarações à TSF.

A intenção do clube arsenalista passa por proteger o jogador e dar-lhe condições para se afirmar na primeira equipa, pelo que a hipótese de uma transferência não é sequer encarada a curto ou mesmo médio prazo. "Pode ser deselegante da minha parte falar nos nomes dos clubes, mas há interesse de um italiano, dois de Inglaterra, dois de Espanha e um grande português também quer o Roger", referiu Eusébio Mango.

Depois de já ter sido o atleta mais jovem a estrear-se no campeonato português, com 15 anos, oito meses e 24 dias, Roger bateu, no domingo, com um golo ao Moitense, o recorde de Pedro Neto como o mais novo a marcar pelo Braga; fê-lo com 15 anos, dez meses e 27 dias (o agora jogador do Wolverhampton alcançara o feito com 17 anos, dois meses e cinco dias).

"Agradeço ao treinador Carlos Carvalhal. É o grande responsável pelo seu crescimento. Não é fácil apostar num menino de 15 anos e ele teve essa coragem. Só temos que dizer muito obrigado ao míster. O Roger só pensa em ser jogador. Se tiras a bola ao Roger, ele chora. Ele sai do treino, fecha-se em casa, passa horas e horas a ver futebol", contou ainda o empresário.

Atendendo ao momento do esquerdino, não está descartada a hipótese de Carlos Carvalhal o incluir na convocatória para o jogo com o Ludogorets, na quinta-feira. Depois de ter estado no banco frente ao Midtjylland, Roger procura agora a estreia nos palcos europeus.