Málaga vai à FIFA reclamar 67% de Ricardo Horta se não houver transferência

Ricardo Horta, capitão do Braga

 foto Miguel Pereira/Global Imagens

Jornal AS escreve que o clube andaluz espera até dia 2 de setembro, quando fechar o mercado, para agir

A situação de Ricardo Horta pode mesmo acabar na FIFA, seja por ação do próprio jogador por considerar que o Málaga está a obstaculizar a sua transferência do Braga para o Benfica, seja por parte do clube espanhol, avança o jornal AS.

Segundo a publicação, o Málaga teria a receber 33,33% de uma transferência, ou seja, um terço. Isto depois de entendimento com Jorge Mendes, pois governará mesmo 67% de uma possível operação. Assim, José María Muñoz, administrador judicial do Málaga, está atento ao desenrolar da situação e tem as ideias claras, segundo o AS: se até ao fecho do mercado não houver transferência, no dia 2 de setembro vai interpor uma ação da FIFA para reclamar 67% do passe do jogador, nomeadamente essa percentagem da proposta mais alta de que têm conhecimento, de 17,5 milhões de euros.