A reação de Carlos Carvalhal à saída de Fábio Martins

Fábio Martins

 foto Gonçalo Delgado/Global Imagens

Carlos Carvalhal, treinador do Braga, na antevisão do jogo com o Santa Clara

Saída de Fábio Martins: "Antes de mais, desejar as maiores felicidades ao Fábio e agradecer a forma como esteve sempre connosco. Aliás, fez 80 a 85 por cento dos jogos de início. Estou muito satisfeito por o ter treinado, mas era uma situação que tínhamos prevista. Ele esteve para sair anteriormente e a vinda do Chiquinho tinha a ver com a saída do Fábio. Era uma saída que estava acautelada. Emerge um jogador com a capacidade do Chiquinho, um jogador em quem depositamos uma grande confiança e sabemos que tem um potencial muito grande para nos ajudar. Quanto mais estiver entrosado com a equipa, melhor estará, e esse é o desafio que ele tem nesta altura para dar o seu melhor. Quando isso acontecer, vai ser muito importante na nossa época."

Preparação para o jogo com o Santa Clara
"Tivemos uma semana completa para trabalhar, o que foi importante, porque recebemos jogadores tardiamente, casos do Chiquinho, Yan Couto e Diogo Leite, O Iuri também começou a trabalhar mais tarde. Foi também muito bom ter o Castro de regresso ao trabalho em pleno. Estamos em crescendo, a evoluir como equipa, num clube que nos obriga a ganhar desde o inicio"

Santa Clara
"Vamos defrontar um adversário difícil. O Santa Cara é uma boa equipa e muito bem organizada. Na época passada fomos felizes lá e vamos lutar arduamente pelos três pontos, respeitando o adversário que tem valor e competência, como provou na excelente Conference League que fez"