Abel diz que Guedes não devia ter sido expulso e fala no rigor da arbitragem

Abel diz que Guedes não devia ter sido expulso e fala no rigor da arbitragem

Treinador do Braga considera que o jogador do Rio Ave não devia ter sido expulso.

Análise: "Faltou-nos, se calhar, um bocadinho mais de coragem, porque criámos as nossas oportunidades. Esta forma como o árbitro foi rigoroso neste cartão vermelho que mostrou ao Guedes... Um jogador não tem de sair a correr, ia a sair normalmente quando o árbitro o expulsou. O primeiro lance em que o Esgaio se isola e procura contornar o adversário é um movimento que trabalhamos, diagonais para conseguir alcançar o espaço dos nossos adversários. O Cássio saiu, derrubou o Esgaio e o golo não aconteceu. Depois sofremos um golo contra uma equipa bem organizada, que faz da posse de bola uma arma e nós criámos as nossas oportunidades. Tivemos o Esgaio isolado, tivemos uma do Horta onde não sei se a bola entra ou não, uma do Dyego Sousa muito bem invalidada porque estava em fora de jogo e depois outra ocasião flagrante no final. Fomos lutando contra as adversidades".

Podia ter sido um resultado diferente: "O árbitro foi tão rigoroso na forma como expulsou o Guedes, na minha maneira de ver injustamente. Perdemos, mas se é verdade que perdemos o nosso objetivo, também mostramos raça, força e qualidade. Os nossos adeptos apoiaram-nos e isso é sinal que se reveem nos nossos valores. Lutamos sempre até ao último minuto, nem sempre com critério, mas com oportunidades suficientes para fazer um golo e levar o jogo mais além".