Petit: "Se sou um treinador comercial, bonito ou não..."

Petit: "Se sou um treinador comercial, bonito ou não..."
Redação com Lusa

Tópicos

Declarações do treinador do Boavista após ao empate a um golo em Paços de Ferreira, para a ronda 19 do campeonato.

O empate: "Sabíamos que o Paços de Ferreira privilegia a primeira fase de construção, mas também comete alguns erros e começámos a forçá-los com alguma pressão. Criámos perigo e, aos 30 minutos, já tínhamos quatro situações claras de golo. Tivemos o jogo controlado na primeira parte, dando mais posse de bola à circulação entre os centrais do Paços de Ferreira. Sabíamos que também gostam de jogar longo nas costas dos defesas e foi assim que nasceu o primeiro golo, numa bola em profundidade. Ao intervalo, falámos e tentámos dar continuidade àquilo que tínhamos feito. Na segunda parte, criámos situações de golo, muitos cruzamentos e oportunidades, e conseguimos chegar à igualdade. Alterámos o sistema, mas foi um resultado curto para o que criámos."

Percurso: "Na antevisão deste jogo, disse que tínhamos de mudar a agressividade nas zonas de finalização e definir melhor o último passe. Criámos muitas situações nos jogos e vimos de uma série de resultados em que, pelo terceiro jogo consecutivo, estamos a perder e conseguimos igualar. Merecíamos muito mais pontos nestes jogos, não isto é o futebol."

Futuro: "Não é isto que queríamos, mas não nos afeta em nada. Desde que aqui cheguei, a minha função é melhorar cada jogador individualmente para o coletivo ser mais forte e estarmos muito mais preparados quando chegarmos aos jogos. Os jogadores têm crescido nestas semanas, de jogo para jogo, e isso faz parte do nosso processo, sabendo que há tempo para recuperar antes do próximo jogo [ante o Benfica, nas meias-finais da Taça da Liga]."

O que falta: "Falta a eficácia. Nos jogos com Tondela, Gil Vicente e Paços de Ferreira, tivemos muitas situações, mas em termos defensivos também não deixámos criar muitas. Estamos a trabalhar este equilíbrio. Ficava preocupado se não criássemos essas oportunidades."

Como Petit é visto como treinador: "Estou mais experiente e conhecedor do treino e do jogo. No último clube em que estive [Belenenses], fiquei a poucos pontos da Liga Europa e fomos das equipas com menos faltas e cartões amarelos. Foco-me no trabalho e no que os jogadores dizem de mim. Fui assim como jogador e serei assim como técnico. Depois, depende como vemos as coisas. Se sou um treinador comercial, bonito ou não [risos]... Faz parte do futebol".