João Pedro Sousa: "A equipa começou a ficar curta, revelou níveis altos de fadiga"

João Pedro Sousa: "A equipa começou a ficar curta, revelou níveis altos de fadiga"

Declarações do treinador do Boavista em reação ao empate (1-1) frente ao visitante Estoril, esta segunda-feira, em jogo que encerrou a sétima jornada da Liga Bwin

Duas partes distintas: "Na primeira parte, tentamos controlar o jogo perante uma equipa muito difícil, que tenta fazer um jogo muito seguro, com dinâmicas muito interessantes, difícil de controlar e difícil de desequilibrar sem bola. Sentimos dificuldades. Encontramos espaços, criamos problemas e na segunda parte não o conseguimos, permitindo ao adversário gerir a bola em largura. Sempre que ganhávamos a bola em zonas baixas, a equipa começou a ficar curta, revelou níveis alto de fadiga, apesar de não permitir grandes chances ao adversário. Quando isso acontece, basta uma bola para sofrer, como aconteceu."

Invencibilidade em casa: "Pensamos sempre em ganhar, seja em casa ou fora, mas também temos noção da realidade. A nossa obrigação é trabalhar para estar preparados e vencer. Somamos um ponto e há que melhorar agora. Como tenho dito, as coisas estão identificadas e temos que melhorar vários aspetos."

Lesão de Javi Garcia: "Infelizmente, houve alguns jogadores que terminaram com lesões. O Javi fez um esforço tremendo para jogar, o departamento médico tem trabalho 24 horas por dias. Mas infelizmente, temos sofrido lesões sempre no setor defensivo. Há que resolver as coisas e preparar o próximo jogo com intuito de vencer."