Elis, os clubes interessados e as lições de Jesualdo... com Falcao na conversa

Elis, os clubes interessados e as lições de Jesualdo... com Falcao na conversa
Cristina Aguiar

Tópicos

Internacional hondurenho confirma o interesse de vários clubes.

Alberth Elis continua a ser o centro das atenções no mercado e também na imprensa desportiva do seu país, que faz a cobertura dos trabalhos da seleção da Honduras. A "panterita" admite, em entrevista ao jornal "Diez", que "há vários clubes interessados" nas suas qualidades que aprimorou ao longo da sua primeira época no Boavista.

Um dos responsáveis disso foi Jesualdo Ferreira. O treinador "conversava" muitas vezes com ele nos treinos e passava-lhe o exemplo de Falcao, quando treinou o FC Porto. "Ele contou-me as coisas que lhe dizia e isso foi muito importante para mim", realçou Alberth Elis, reconhecendo que os ensinamentos do professor foram marcantes para a sua evolução, principalmente, para a adaptação ao futebol português. "Tive de alterar e assimilar muitas coisas, porque os blocos defensivos são muito difíceis, por isso joguei mais na posição 9 e isso contribuiu para que melhorasse. Agora sou um jogador mais completo", disse o avançado "orgulhoso" por ter cativado o interesse de clubes estrangeiros, tendo-se já falado do FC Porto. "É lindo o que está a acontecer na minha primeira temporada na Europa. Significa que estou a fazer bem as coisas. Isto dá-me mais vontade em continuar a trabalhar e a melhorar", regozijou.

Apesar de haver vários emblemas, e os mais recentes são o Spartak e o Lokomotiv de Moscovo , a concorrerem pelo seu passe internacional, Alberth Elis está "focado" nos compromissos da seleção (o primeiro com os Estados Unidos de Reggie Cannon) com vista às meias-finais da Liga das Nações da CONCACAF. O Boavista está também nas suas prioridades. "Sou bem tratado e não terei qualquer problema se ficar", considerou Elis, num gesto de agradecimento ao clube portuense que lhe abriu as portas da Europa.
A experiência está a ser "fantástica", só lamente que "um lugar na Liga Europa não se tenha realizado".