Lito Vidigal avalia percurso no Boavista: "Duro e penoso"

Lito Vidigal avalia percurso no Boavista: "Duro e penoso"

Na antevisão do jogo deste sábado, no Funchal, contra o Marítimo, Lito Vidigal fez um balanço do seu percurso no Boavista e a possibilidade de chegar ao sétimo lugar.

Sétimo lugar: "Se conseguirmos ganhar é possível que consigamos chegar ao sétimo lugar. O nosso objetivo, pelas dificuldades que fomos encontrando, foi já conseguido, o mais importante era a manutenção. Com a vitória em casa subimos alguns lugares na tabela e agora podemos subir mais, mas o objetivo principal era a permanência e já foi conseguido".

Alterações diante do Marítimo: "Fomos sempre encontrando os melhores jogadores para determinados momentos e determinados jogos. Fizemos alterações por exemplo no último jogo e é provável que se faça nesta jornada. Temos que competir para vencer todos os jogos, o principal é sermos competitivos e trabalhar para vencer. E este jogo não foge à regra: vamos competir e trabalhar para vencer".

Descompressão: "Pode dar-se o contrário. No último jogo em casa, provavelmente por haver descompressão, se calhar fizemos a melhor exibição da época, contra uma grande equipa. A mensagem que tenho passado aos jogadores é que a época não terminou. Estamos num clube que nos exige vitórias, determinação e concentração".

Percurso de Lito Vidigal no Bessa: "Foi um percurso muito difícil. As coisas não acontecem por acaso, não se acende um interruptor e as coisas acontecem. O que conseguimos foi com trabalho, repetindo muitas vezes, até atingir a perfeição. Com mais tempo e mais treino a equipa foi estabilizando e conseguiu resultados positivos de uma forma consecutiva. O caminho foi duro, penoso, mas com o trabalho de toda a gente - equipa técnica, jogadores, direção, adeptos - foi possível ter sucesso no final. Trabalhamos muito sempre com o objetivo de atingir a excelência".