Fary e Jorge Couto suspensos pelo CD após o polémico Boavista-Rio Ave

Fary e Jorge Couto suspensos pelo CD após o polémico Boavista-Rio Ave
Redação

Tópicos

Jogo da ronda 26 terminou de forma quente.

A confusão registada na ponta final do encontro entre Boavista e Rio Ave, jogo da ronda 26 realizado no passado fim de semana, teve mão pesada por parte do Conselho de Disciplina. Segundo o mapa de castigos revelado esta terça-feira, Fary, diretor desportivo do Boavista, e Jorge Couto, adjunto, foram suspensos por 21 e 15 dias, respetivamente. Já Miguel Cardoso, treinador do Rio Ave, foi punido com oito dias de suspensão.

Fary, de acordo com o divulgado pelo CD, "saiu deliberadamente da área técnica para agir de forma provocatória ou inflamatória reagindo a um conflito generalizado e dizendo palavras para jogadores da equipa adversária, tais como 'já estás satisfeito, não vales nada'". Jorge Couto, por seu lado, foi suspenso após "protestar ou discutir com um elemento da equipa de arbitragem dizendo 'és uma vergonha, isto não é penálti, não vales nada'".

O organismo disciplinar federativo aplicou ainda uma multa de 3.507 euros a Jorge Couto e 2.104 euros a Fary.

O Boavista, por outro lado, terá de pagar 842 euros de multa por comportamento incorreto dos apanha-bolas. "Por duas vezes durante o jogo os apanha-bolas demoraram excessivamente na reposição da bola em jogo, propositadamente com o objetivo claro de retardar o recomeço de jogo, tendo acontecido na segunda parte ao minuto 16 e 40", surge explicado.