Boavista tem em mãos "um dos maiores talentos da Europa"

Boavista tem em mãos "um dos maiores talentos da Europa"
Ana Luísa Magalhães/António Pires/Carlos Veras

Tópicos

Luís Campos, em conversa com O JOGO, elogiou Angel Gomes e explicou a opção pelo Lille e o empréstimo aos axadrezados, numa das transferências mais surpreendentes deste verão.

A contratação de Angel Gomes pelo Boavista, por empréstimo do Lille, foi uma surpresa que lançou os axadrezados para as bocas do mundo.

O médio de 19 anos estava no Manchester United desde criança e quis seguir outro caminho, numa opção explicada por Luís Campos, diretor-geral do Lille que tem aconselhado o Boavista no mercado. "Tem a ver com a necessidade de ele completar a sua formação. O Angel precisa de fazer 30/40 jogos numa época e penso que, se tudo correr bem, vai demonstrar que é um dos maiores talentos da Europa", contextualizou Luís Campos, em conversa com O JOGO.

Foi ele que observou o luso-inglês, filho de Gil, campeão do mundo por Portugal em sub-20, e afilhado de Nani, um conselheiro e professor que só se recusou a ensinar-lhe os famosos saltos mortais. "Estamos a falar de um jogador que foi o capitão da seleção inglesa que conquistou o Mundial sub-17, e que é também, penso, o capitão dos sub-20 da Inglaterra. É um jogador que tive de acompanhar várias vezes ao vivo, tanto nas equipas do Manchester United como nas seleções jovens. Para mim, repito, é um dos maiores talentos europeus da atualidade", reforçou o dirigente, consciente de que o talento, por si só, não chega, mas convicto de que o clube do Bessa e as orientações de Vasco Seabra constituem o cenário ideal para Angel.

O treinador, aliás, ficou encantado desde o primeiro momento com a possibilidade de acolher o criativo. "É preciso criar condições para que todo esse talento possa explodir. Acredito que Boavista e o seu treinador podem ajudá-lo nesse sentido. Vai entrar num campeonato que pode fazer crescer o seu nível individual para, no futuro, poder entrar num nível ainda maior e mais exigente", completou Luís Campos.

Entretanto, o Boavista realizou ontem de manhã o primeiro jogo de preparação, nos arredores de Guimarães, onde tem trabalhado. O adversário foi o Chaves e foi o emblema da II Liga que venceu a partida, por 2-0, com golos de João Batxi e João Correia.