Boavista confirma saída de Ackah: turcos pagam 600 mil euros

Boavista confirma saída de Ackah: turcos pagam 600 mil euros
Redação com Lusa

Tópicos

A Boavista SAD informou ainda que fica com 20% do passe do atleta.

O Boavista confirmou esta segunda-feira que "chegou a acordo com o Kayserispor, da Super Liga turca, para a transferência, em definitivo, de Yaw Ackah", futebolista ganês de 21 anos que encontrava no clube desde 2017. Os turcos, apurou O JOGO, pagam 600 mil euros ao Boavista pelo ganês de 21 anos.

A Boavista SAD informou ainda que fica com 20% do passe do atleta, nada mais adiantando sobre a operação.

Numa carta aos associados, divulgada no dia 15 deste mês, o presidente do Boavista tinha referido que vinha aí "uma nova era, com muitas caras novas". Vítor Murta indicou então que "este é o ciclo normal de um clube de futebol", antecipando uma época de muitas mudanças.

A saída de Ackah segue-se às do guarda-redes Helton Leite (Benfica), do defesa central Neris, do lateral direito Carraça (FC Porto), do médio Idris, do ala Heriberto, que estava emprestado pelo Benfica, e dos atacantes Mateus e Stojiljkovic, sendo que este se encontrava cedido pelo Braga.

O central Ricardo Costa, de 39 anos, terminou o contrato que o ligava ao Boavista e tem sido noticiado que irá fazer parte da estrutura axadrezada como diretor desportivo.

O Boavista garantiu quatro reforços: o avançado Angel Gomes, de 19 anos, que fez a sua formação no Manchester United, o lateral esquerdo franco-argelino Yanis Hamache, de 21 anos, o médio defensivo e internacional angolano Manuel Cafumana, conhecido por Show, de 21 anos, e Ricardo Mangas, de 22 anos, também lateral esquerdo.

O Boavista também terá um novo treinador na época 2020/21. Trata-se de Vasco Seabra, de 36 anos, que substitui Daniel Ramos, o qual conduziu o Boavista ao 12.º lugar da I Liga esta época, depois de ter chegado a meio da temporada para substituir Lito Vidigal.