Yaremchuk: "Os meus amigos lutam na Ucrânia, eu preciso de lutar aqui"

Yaremchuk: "Os meus amigos lutam na Ucrânia, eu preciso de lutar aqui"
Marco Gonçalves / Vanda Pinto

Tópicos

Declarações de Roman Yaremchuk, internacional ucraniano e jogador do Benfica, à BT Sport, após o triunfo por 1-0 sobre o Ajax em Amesterdão e consequente apuramento para os quartos de final da Liga dos Campeões.

Como está a viver toda a situação da Ucrânia? "É uma pergunta difícil para mim. Sou profissional, preciso de lutar aqui, no campo. Os meus amigos lutam na Ucrânia, a minha gente luta na Ucrânia, eu preciso de lutar aqui, dou tudo o que posso. Não posso lutar, mas posso lutar no campo. Faço o que posso, tento mostrar o meu país no futebol. Claro que penso muito nesta situação, mas é assim."

Elogios aos companheiros: "Temos grandes jogadores, um grande grupo, muitos jogadores com muita qualidade, temos um sonho e lutamos por uns pelos outros no campo. Claro que foi um jogo difícil, mas vamos para a próxima ronda."

Alta pressão do Ajax e objetivo da sua entrada, aos 72 minutos [para o lugar de Everton]: "Sentimos a alta pressão do Ajax e para mim foi importante segurar a bola, encontrar possibilidades para os meus colegas e tentar marcar. Marcámos e isso é o mais importante."