Vieira revoltado com falta de atitude: a mensagem do presidente do Benfica

Vieira revoltado com falta de atitude: a mensagem do presidente do Benfica
Vítor Rodrigues

Tópicos

Presidente dos encarnados exige reação imediata do plantel, já amanhã com o Portimonense, e fez chegar essa mensagem aos jogadores.

O desaire ante o Gil Vicente (1-2), em pleno Estádio da Luz, colocou um parágrafo numa história que o Benfica escrevia com vitórias, com a recuperação na tabela classificativa como caminho que se tornava mais real. Porém, tudo ruiu na sequência de um resultado e, sobretudo, de uma exibição que, segundo O JOGO apurou, deixou Luís Filipe Vieira revoltado com o plantel.

O presidente dos encarnados, que assistiu ao jogo na bancada, considera que alguns jogadores não deram tudo em campo e conclui mesmo que a falta de atitude afetou o coletivo e propiciou à ocorrência do mau resultado. Aliás, Vieira não encaixa esta exibição por considerar que tem estado sempre presente, não faltando com nada aos jogadores, nem mesmo numa fase em que, devido à pandemia, poderia ter optado por cortes salariais.

Luís Filipe Vieira, que se cruzou com Jorge Jesus logo após o jogo e já teve oportunidade para analisar as incidências da partida com o treinador, cujas opções estratégicas não coloca em causa, tratou já de fazer chegar ao balneário uma mensagem de exigência. Segundo apurámos, o líder benfiquista exige uma resposta imediata dos jogadores já na quinta-feira frente ao Portimonense, no Algarve, com uma atitude que corresponda às suas expectativas e garanta o triunfo.

A derrota ante o Gil Vicente funcionou como um golpe importante nas aspirações de apuramento direto para a Liga dos Campeões via segundo lugar. Com três pontos atrás do FC Porto e a receber os dragões, as águias tinham esse objetivo real, mas agora a seis pontos esse apuramento ficou muito mais complicado, tendo os encarnados ainda de segurar o terceiro posto, que dá acesso a uma pré-eliminatória determinante para a entrada na fase de grupos.