"Vieira não é homem para virar a cara à luta"

"Vieira não é homem para virar a cara à luta"
Paulo Nunes Teixeira

Tópicos

Fernando Tavares, vice-presidente do Benfica, considera que o presidente teve palavras de humildade e coragem na Madeira

Vice-presidente do Benfica, Fernando Tavares considerou que Luís Filipe Vieira teve palavras de "grande humildade e grande coragem" na Madeira.

"São palavras que dignificam o presidente do Benfica, assume a culpa por um momento mais delicado que o Benfica está a atravessar. Não digo momento difícil, porque difícil foram os tempos em que tivemos de resgatar o Benfica de uma situação extremamente difícil. Quando cheguei em 2003 havia 10 meses de atraso a atletas e treinadores. Os empregados não recebiam a horas e para pagar subsídio de férias era no ano seguinte em prestações. Entendo as palavras do presidente, não tive oportunidade de falar com ele, mas não é homem para virar a cara à luta e a um bom desafio, é resiliente e de certeza que vai encontrar saídas para resgatar a equipa de futebol deste momento. Futebol é o momento, mas não se pode confundir com sustentabilidade financeira, desportiva e competitiva que demoram anos a conquistar. Ele vai ser capaz de dar uma resposta à altura do Benfica", disse na BTV.

O dirigente assume também que há "crise de resultados". "Mas não no Benfica, há coesão na Direção e órgãos sociais. Exercemos funções com normalidade e serenidade, tentando levar o Benfica para um patamar que todos nós desejamos. Esta crise de resultados não pode retirar força e ânimo que temos de ter para levar o Benfica para a frente. Nós vice presidentes não precisamos de andar de braço dado com o presidente, estou mais interessado no que é fotografado do que na fotografia. E o que é fotografado é o trabalho".