Vieira desceu ao balneário antes do fim: saiba o que transmitiu aos jogadores

Vieira desceu ao balneário antes do fim: saiba o que transmitiu aos jogadores
Pedro Miguel Azevedo

Tópicos

Líder da Luz não escondeu a desilusão pelo desempenho negativo da equipa, mas demonstrou confiança no futuro e disse aos jogadores para continuarem a acreditar que será possível chegar aos "oitavos".

Luís Filipe Vieira não assistiu à parte final do desafio entre o Zenit e o Benfica na bancada destinada à comitiva das águias. O presidente desceu aos balneários algum tempo antes de Carlos del Cerro Grande - árbitro espanhol designado pela UEFA para apitar o desafio - dar por terminado o encontro.

Frustrado com o cenário desolador apresentado pela equipa, o líder da Luz deslocou-se ao balneário para falar com os jogadores, exigindo total empenho nos jogos que ainda faltam disputar pois continua a acreditar que a equipa tem capacidade para chegar aos oitavos de final da competição. Segundo O JOGO apurou, Vieira confessou a desilusão pelo desempenho pobre da equipa, mas reforçou a ideia de que ninguém poderá baixar os braços nesta fase porque a equipa não está arredada da próxima fase. Aliás, o próprio passou essa ideia na zona mista após o encontro. "Temos de dizer a todos os benfiquistas que estamos tristes, para não dizer, envergonhados. Mas é nestas alturas que temos de levantar a cara e acreditar sempre no que estamos a fazer e no que preconizamos para o futuro, pois estamos no caminho certo."

O Benfica, recorde-se, está em situação muito delicada na competição, pois nos dois jogos realizados sofreu duas derrotas, a primeira das quais no Estádio da Luz, frente aos alemães do Leipzig. Apesar do otimismo manifestado pelo presidente aos jogadores no balneário e até à comunicação social, a verdade é que o percurso do Benfica na principal prova da UEFA não é nada positivo: nos últimos quinze jogos, os encarnados perderam doze. Um número assustador para quem alimenta o sonho de ganhar a competição.