Único rival de Pizzi joga na Serie A

Único rival de Pizzi joga na Serie A

Melhor marcador do campeonato, com oito golos, Pizzi tem na sua perseguição, no velho continente, futebolistas como Taison, Júnior Moraes, Dzyuba, Zapata, Plea ou Mbokani

Autor do golo que decidiu o encontro frente ao Santa Clara, depois de já ter feito o passe para o tento de Carlos Vinícius, Pizzi completou o seu quarto jogo este ano no campeonato a marcar e a assistir em simultâneo. Algo que, entre os dez principais campeonatos da Europa apenas Ciro Immobile, ponta de lança da Lázio, conseguiu fazer. E se o internacional português alcançou esse registo no sábado, nos Açores, o atacante italiano fê-lo ontem, na vitória dos laziale por 4-2 sobre o Lecce.

No encalço desta dupla, neste capítulo, com três jogos a fazer golo e assistência, surgem jogadores como Taison e Júnior Moraes, ambos do Shakhtar Donetsk, liderado pelo português Luís Castro, Dzyuba (Zenit), Zapata (Atalanta), Plea (Borússia Moenchengladbach) ou Mbokani (Antuérpia).

Em termos nacionais, o feito do camisola 21 tem ainda mais peso uma vez que o futebolista do Benfica, melhor marcador do campeonato, com oito golos, é o único que conseguiu colocar a bola no fundo da baliza do adversário e assistir por mais do que uma ocasião. Depois de Pizzi, que fê-lo em quatro partidas, surgem 11 jogadores que o alcançaram apenas por uma ocasião: entre os quatro primeiros classificados surgem ainda o colega Nuno Tavares, Luis Díaz (FC Porto), Bruno Fernandes (Sporting) e Fábio Martins (Famalicão).

Após ter começado o campeonato em grande estilo, com dois jogos seguidos, diante de Paços de Ferreira (5-0) e Belenenses (2-0), a marcar e a oferecer o golo, Pizzi retomou a forma nos últimos dois encontros da principal competição nacional, destacando-se quer na finalização quer no passe frente a Rio Ave e Santa Clara.