Talisca já faz das suas

Reforço brasileiro apontou o golo que deu a vitória ao Benfica frente ao Estoril, na Taça de Honra de Lisboa.

Um golo do médio brasileiro Talisca deu a vitória ao Benfica diante do Estoril (1-0), em jogo da meia-final da 66ª edição da Taça de Honra de Lisboa em futebol.

O Benfica apresentou-se apenas com duas caras que transitaram da época passada - Artur Moraes e Jardel -, fazendo entrar Luís Felipe, César, Benito, João Teixeira, Candeias, Talisca, Ola John, Derley e Jara, enquanto o Estoril deixou os reforços no banco de suplentes. Uma opção que consolidou a forma de jogar dos canarinhos, com pouco espaço entre a linha defensiva e de meio-campo, o que dificultou as incursões atacantes dos "encarnados" quase sempre lideradas pelo médio brasileiro Talisca ou, pela esquerda, por Ola John.

Foi precisamente por esse flanco que os comandados de Jorge Jesus chegaram ao golo, à passagem dos 31 minutos. Benito, a passe de Ola John, centrou para a entrada da pequena área, num lance em que Talisca saltou mais alto que Emídio Rafael e inaugurou o marcador.

Ao intervalo, Jorge Jesus deixou no balneário Luís Felipe, Candeias, Ola John, Derley e Jara, colocando em campo João Cancelo, Gaitàn, Salvio, Lima e Cardozo, ao passo que José Couceiro chamou para o onze Anderson e os reforços Kuka e Tozé.

Alterações que mantiveram o figurino tático das duas equipas - Benfica em 4x1x3x2 e Estoril em 4x1x4x1 - mas que deram maior criatividade e velocidade aos campeões nacionais, deixando a ideia que o encontro iria ter mais golos, o que não aconteceu, mas que também permitiram aos estorilistas jogar em todo o campo e ter um pouco mais a posse de bola.

Com este resultado o Benfica defrontará no domingo, às 20:30, o Sporting. O Estoril irá medir forças, no mesmo dia, às 18:00, com o Belenenses.

Jogo realizado no Estádio do Restelo, em Lisboa.

Benfica - Estoril, 1-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Talisca, 31 minutos.

Equipas:

- Benfica: Artur Moraes (Paulo Lopes, 81), Luís Felipe (João Cancelo, 46), Jardel, César, Benito, João Teixeira (Ruben Pinto, 67), Candeias (Gaitàn, 46), Talisca (Bernardo Silva, 77), Ola John (Salvio, 46), Derley (Lima, 46) e Jara (Cardozo, 46).

(Suplentes: Paulo Lopes, Cardozo, Lima, Salvio, Gaitán, João Cancelo, Bernardo Silva, Marcos Valente e Ruben Pinto).

Treinador Jorge Jesus.

- Estoril: Vagner, Mano (Anderson, 46), Yohan Tavares, Ruben Fernandes (Luís Phellype, 65), Emídio Rafael (Alex Kakuba, 69), João Pedro Galvão (Fernandinho, 69), Diogo Amado (Afonso Taira, 89), Babanco (Anderson Esiti, 65), Balboa (Kuca, 46), Bruno Lopes (Bruno Miguel, 65) e Sebá (Tozé, 46).

(Suplentes: Pavel Kieszek, Anderson, Bruno Miguel, Diego Carlos, Alex Kakuba, Anderson Esiti, Afonso Taira, Kuca, Fernandinho, Luís Phellype, Tó Zé e Ricardo Vaz).

Treinador: José Couceiro.

Árbitro: Ricardo Baixinho (Lisboa).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Mano (36), João Cancelo (62) e Yohann Tavares (83).