Svilar ainda vale disputa: "Está a ser muito difícil para ele decidir"

Svilar ainda vale disputa: "Está a ser muito difícil para ele decidir"

Mesmo sem jogar na Luz, guardião é alvo de contactos das federações de Bélgica e Sérvia.

Contratado este ano ao Anderlecht, Svilar está na sombra de Bruno Varela, depois de já ter sido ele o titular, mas continua a provocar uma forte disputa entre as federações de futebol da Sérvia e da Bélgica. Tendo já merecido rasgados elogios de Rui Vitória e até de José Mourinho - "Este miúdo é fera, vai ser um dos grandes guarda-redes", vaticinou o técnico do Manchester United aquando do confronto para a Liga dos Campeões -, o jovem guardião continua, porém, indeciso em relação à seleção a representar.

"Temos mantido conversas com o Svilar e com o pai [Ratko Svilar]. Continuamos a falar, mas está a ser muito difícil para ele decidir", assume a O JOGO Goran Bunjevcevic, obstáculo com o qual também os responsáveis da Bélgica se deparam, como confirma ao nosso jornal Filip de Wilde, treinador de guarda-redes dos sub-21 dos diabos vermelhos. "O Svilar ainda não tomou qualquer decisão. Em março vamos ter uma convocatória para os sub-21 e aí vamos contactá-lo para ficar a saber se nos quer representar ou não", assegura, ele que mantém uma grande relação com o jovem jogador e que tem procurado convencê-lo a jogar pela Bélgica.

Com maior dificuldade até na renovação da baliza do que a seleção belga, a Sérvia tem exercido forte pressão sobre Svilar. "Tem um grande talento, pode vir a ser um guarda-redes incrível e ter um grande futuro", diz Bunjevcevic, revelando os planos sérvios: "Se contamos com ele para o Mundial? Vamos ver, já só faltam quatro meses. O que temos a certeza é que queremos contar com ele do nosso lado. Esperamos vê-lo na Sérvia, seja neste Mundial, no Europeu de sub-21 ou no próximo Europeu dos AA."