Sprint do Benfica para contratar Barco

Sprint do Benfica para contratar Barco
Federico del Rio

Tópicos

Com apenas 18 anos, Barco é uma das estrelas da seleção de sub-20, que vai disputar o mundial na coreia do sul, de 20 de maio a 11 de junho

Apesar das negas do Independiente às duas propostas já apresentadas, o Benfica não desiste de Barco e continua a atacar a contratação do médio-ofensivo de 18 anos, algo que pretende concretizar a curto prazo. Apontado como um dos atletas mais promissores da Argentina, e além de estar na mira do emblema encarnado, Barco está também a ser observado por vários clubes na Europa. Assim, e uma vez que está nas contas da Argentina para o Mundial de sub-20 - após a intransigência inicial do seu clube em cedê-lo para esta competição, o atacante foi mesmo autorizado a integrar o estágio de preparação de três dias que hoje termina - que se realiza entre 20 de maio e 11 de junho, na Coreia do Sul, os responsáveis do campeão nacional desejam encerrar o dossiê rapidamente e antes do arranque da competição. A ideia passa assim por evitar que o futebolista se valorize ainda mais, levando a uma maior intransigência negocial por parte do Independiente.

Depois de uma primeira oferta de cinco milhões de euros por 80 por cento do passe, Luís Filipe Vieira, como O JOGO anunciou, deu indicações para subir a parada, com as águias, através do empresário de Barco, Daniel Quinteros, e de um emissário, a colocarem em cima da mesa 5,5 milhões por 70 por cento do passe. Porém, o conjunto de Avellaneda recusou tal proposta, apontando para os dez milhões de euros da cláusula de rescisão. E ciente do valor do atleta, que é bastante cobiçado pelo Milan, clube do qual o Independiente espera receber em breve uma oferta, o presidente das águias admite aproximar-se desse montante, de forma a conseguir derrubar a resistência do emblema argentino - pretende segurar o atleta até 2018 - e assegurar assim definitivamente a jovem promessa daquele país, a quem no seio do clube de Avellaneda chegam a comparar até ao ex-benfiquista Saviola, pela sua velocidade e capacidade de criar desequilíbrios.