"Só me engano quando quero... a dizer Lopetegui"

"Só me engano quando quero... a dizer Lopetegui"

Treinador do Benfica não esconde que trocou o nome ao treinador do FC Porto de forma deliberada, quando respondeu às perguntas dos jornalistas antes do jogo com o Gil Vicente.

Se ficar no Benfica, fica na cadeira de sonho?

"O meu sonho não tem cadeira. A minha paixão é o futebol e a partir daí não há cadeiras particulares".

As críticas à nomeacao de Joao Capela:

"Pouco tenho para comentar sobre essas afirmações. As coisas estão difíceis e tentam fazer pressão. Os árbitros estão sujeitos a críticas e habituados à pressão. Importante é que esteja à altura do jogo".

Que Gil Vicente espera:

"Não é o mesmo Gil Vicente da primeira volta. Tem muitos jogadores novos e o Benfica também está hoje muito mais forte do que naquela altura, por isso não há comparação possível. O Gil Vicente está a tentar somar os pontos que precisa e esperamos um jogo muito difícil, mas estamos preparados para isso".

Os efeitos de uma eventual vitória em Barcelos:

"Há 12 pontos em disputa e nada está ganho. Se vencermos amanhã continua a não estar nada ganho. Não há contas de matemática. A única é que temos mais três pontos que o segundo classificado".

Porque acha que Lopetegui ficou tão chateado por se ter enganado no nome dele? Acredita que o FC Porto quer agora desviar atenções?

"É um problema do nosso adversário. Lopetegui e Capela. Só me engano no nome quando quero. Agora não me quis enganar!"