Sindicato dos Jornalistas repudia insultos de Valdemar Duarte e pede sanções

Sindicato dos Jornalistas repudia insultos de Valdemar Duarte e pede sanções

Em causa estão os comentários proferidos pelo jornalista da BTV durante o relato do FC Porto-Benfica, a contar para as meias-finais da Taça da Liga.

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) emitiu esta sexta-feira uma nota em que "lastima e repudia os comentários ofensivos proferidos por Valdemar Duarte" no relato na BTV do jogo FC Porto-Benfica, das meias-finais da Taça da Liga.

"A forma como Valdemar Duarte, que tem carteira profissional de jornalista e trabalha na Benfica TV, se referiu aos adversários é atentatória dos valores defendidos no Código Deontológico e envergonha os jornalistas e o jornalismo", refere o SJ.

Ainda de acordo com o organismo, as afirmações proferidas por Valdemar Duarte durante o jogo da meia-final da Taça da Liga de futebol "podem até configurar um discurso de incitamento ao ódio e à violência, pelo que a Direção do SJ remeteu para o Conselho Deontológico um pedido de apreciação sobre as mesmas".

O Conselho Deontológico condenou, igualmente, de "forma veemente e categórica o teor ofensivo e injurioso das expressões usadas pelo jornalista Valdemar Duarte" durante o relato do jogo.

"Ao usar esta linguagem grosseira e incivilizada, Valdemar Duarte renegou os princípios deontológicos a que o exercício da profissão o obriga, bem como violou as regras mínimas de vida em sociedade", refere o Conselho Deontológico do SJ.

O Conselho Deontológico do SJ considerou ainda que "o canal Benfica TV desrespeitou a responsabilidade social que lhe assiste, ao não se ter demarcado da atitude assumida pelo jornalista sob o seu título".

"Uma vez que o tipo de sanção que aplica é moral e perante a gravidade da situação em causa, o Conselho Deontológico do SJ decidiu solicitar à Comissão da Carteira Profissional de Jornalista que tome medidas sancionatórias a que a gravidade do caso obriga", refere a nota.

Também o SJ exortou a Comissão da Carteira Profissional de Jornalista e a Entidade Reguladora para a Comunicação Social a tomarem posição sobre o que foi dito por Valdemar Duarte na BTV.

Em causa estão comentários insultuosos de Valdemar Duarte dirigidos a jogadores do FC Porto, aos quais apelidou de "corja" e "bandidos".

"Não basta ter um título para se ser jornalista. São os princípios e os valores, vertidos no Código Deontológico da profissão, que fazem um jornalista", refere ainda a nota do SJ.

Leia o comunicado na íntegra:

"O Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas condena de forma veemente e categórica o teor ofensivo e injurioso de expressões usadas pelo jornalista Valdemar Duarte, portador da Carteira Profissional nº 961 A, efectuados ao serviço do canal Benfica TV, no decurso do comentário ao jogo entre o Sport Lisboa e Benfica e o Futebol Clube do Porto, em Braga, no passado dia 22 de Janeiro.

Ao usar esta linguagem grosseira e incivilizada, Valdemar Duarte renegou os princípios deontológicos a que o exercício da profissão o obriga, bem como violou as regras mínimas de vida em sociedade.

O Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas considera ainda que o canal Benfica TV desrespeitou a responsabilidade social que lhe assiste, ao não se ter demarcado da atitude assumida pelo jornalista sob o seu título.

Uma vez que o tipo de sanção que aplica é moral e perante a gravidade da situação em causa, o Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas decidiu solicitar à Comissão da Carteira Profissional de Jornalista que tome medidas sancionatórias a que a gravidade do caso obriga.

O Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas"