Simão Sabrosa já trabalha no Benfica, segue-se a chegada de Rui Pedro Braz

Simão Sabrosa já trabalha no Benfica, segue-se a chegada de Rui Pedro Braz

Ex-capitão é o novo diretor para as relações internacionais depois de associado à gestão da formação e ao cargo de diretor desportivo. Comentador da TVI vai assumir a pasta de diretor-geral.

Simão Sabrosa, aos 41 anos, assume a função de novo diretor para as relações internacionais do Benfica e, ao que O JOGO pôde apurar, já trabalha no clube desde o início do mês, ficando com a responsabilidade da expansão da marca do clube no estrangeiro.

Antigo capitão dos encarnados, sendo o mais mediático jogador da equipa durante seis anos, o extremo venceu um campeonato, uma Supertaça e uma Taça de Portugal, juntando-se agora aos ex-colegas, Rui Costa e Luisão, vice-presidente e diretor técnico respetivamente. Simão ocupa uma posição que foi de Nuno Gomes em 2017 e terá, entre outras, a função de levar as escolas do clube aos vários continentes.

O ex-jogador foi associado ao cargo de diretor-geral quando Tiago Pinto saiu para a Roma e para coordenador da formação, que o próprio disse apreciar. Contudo, essa posição será ocupada por Rui Pedro Braz, que deverá ser apresentado em breve. O ato oficial deverá ser feito até final da semana, antes do início do Europeu, respeitando o pedido do comentador, atualmente na TVI, canal a quem o Benfica tinha recrutado Pedro Pinto, atual diretor de comunicação.

Braz assumirá uma função que estava vaga desde o princípio de janeiro, quando Tiago Pinto rumou à Roma, tendo Rui Costa, vice-presidente, e Luisão, diretor técnico, estado mais perto do plantel. Ficará a faltar clarificar as funções que Braz irá desempenhar.