Schmidt não dá mercado do Benfica como fechado: "Ainda restam alguns dias"

Schmidt não dá mercado do Benfica como fechado: "Ainda restam alguns dias"
Redação com Lusa

Tópicos

Declarações do treinador do Benfica, na conferência de imprensa de antevisão ao encontro com o Paços de Ferreira, marcado para esta quinta-feira (20h15) e referente à 20ª jornada da Liga Bwin

Roger Schmidt, técnico do Benfica, disse esta quarta-feira que não espera perder qualquer titular na atual "janela" do mercado de transferências, incluindo Enzo Fernández, mas revelou-se "realista" sobre a situação de Grimaldo.

Questionado sobre o futuro do médio argentino, o técnico 'encarnado' foi perentório em afirmar que "sim, claro" que espera que Enzo se mantenha no Benfica e estendeu a sua confiança aos restantes jogadores mais utilizados nesta temporada.

"Quando olho para o Enzo [Fernández] a jogar no Benfica, vejo um jogador em grande forma, muito feliz por jogar no clube e sem nada mais na cabeça. Não espero perder nenhum dos jogadores que estão habitualmente no 'onze' inicial. Vejo-os muito focados e é por isso que espero que ele fique", afirmou o treinador alemão.

Já sobre Grimaldo, reconheceu que "é difícil" renovar com o lateral esquerdo, porque "é um grande jogador e termina o contrato no verão", mas destacou a "atitude e motivação" do espanhol e frisou que o Benfica está a fazer tudo para mantê-lo nas próximas épocas.

"Pela minha parte, quero continuar a trabalhar com o Grimaldo, mas sou realista, sei como é o negócio do futebol. Tentamos o nosso melhor e, depois, a decisão é do Grimaldo e nós aceitaremos o que decidir. Espero que fique. Se não ficar, irá dar o seu melhor até ao último segundo pelo Benfica. Estou 100% seguro disso", confidenciou.

Antes, por outro lado, Schmidt explicou porque é que o Benfica está tão ativo a contratar e a libertar jogadores no atual mercado de transferências, lembrando que ter 39 jogadores em estágio, como teve no verão, "é demasiado" e que, por isso, o clube está a tentar "reduzir e também melhorar" o plantel, um processo que ainda não está concluído.

"Estamos a meio disso. Ainda restam alguns dias, já tomámos algumas decisões, alguns jogadores saíram, outros entraram, veremos se algo mais acontece. Mas, neste momento, estamos muito focados nos jogos, porque é um momento muito decisivo da época", explicou Schmidt.

Nesse sentido, o Benfica visita na quinta-feira o Paços de Ferreira, último classificado do campeonato, em partida antecipada da 20.ª jornada da Liga Bwin, que terá a maioria dos jogos apenas no segundo fim de semana de fevereiro.

Sobre o encontro, Schmidt lembrou que as equipas que lutam pela manutenção "são sempre perigosas, especialmente quando jogam em casa", frisou que não avaliou o Paços de Ferreira "pela classificação" e considerou que a equipa orientada por César Peixoto tem mesmo "todas as possibilidades de conseguir a manutenção".

"Têm qualidade individual, uma ideia de jogo, muitos jogadores experientes. Não vamos subestimá-los, precisamos de uma grande prestação amanhã [quinta-feira] para termos a oportunidade de somar os três pontos", elogiou.

A visita do Benfica ao Paços de Ferreira tem início marcado para as 20:15 de quinta-feira, no Estádio Capital do Móvel, com arbitragem de Luís Godinho (AF Évora).

Se vencer, a equipa orientada por Roger Schmidt aumenta para sete pontos a vantagem sobre o segundo classificado, o Braga, e para oito pontos sobre o terceiro, o FC Porto, mas com mais um jogo disputado do que os perseguidores.