Rui Costa no papel de candidato: "Quero os nossos ídolos a participar na vida do Benfica"

Rui Costa no papel de candidato: "Quero os nossos ídolos a participar na vida do Benfica"
Redação

Tópicos

Presidente demissionário, candidato às próximas eleições presidenciais do Benfica, iniciou, este sábado, a campanha eleitoral na casa do Benfica de Barcelos

Aproximação às glórias do clube: "Quero que os nossos ídolos não caiam no esquecimento. Que sejam lembrados por todos vós. Que ao mesmo tempo os possam ver, não como estátuas, mas a participar na história e vida do clube. Para isso, é necessário que consigamos também fazê-los voltar à casa. Estarem perto do clube, que tantos amam também e têm estado mais afastados. Não só por ser ex-glória, assim me considero orgulhosamente. Mas acima de tudo, pelo merecimento também. Há o hábito de dizer que o jogador hoje não tem amor à camisola. Joguei com muito benfiquismo. Digo-o com orgulho."

Aumento e melhorias das infraestruturas: "Somos há vários anos líderes nas infraestruturas, posso dizer à boca cheia, temos enorme orgulho no Estádio da Luz, no Benfica Campus, nos nossos pavilhões, temos muito orgulho nossas infraestruturas. Mas também queremos mais qualidades, mais e melhores condições para que os nossos atletas possam ser cada vez melhores. Parte destes objetivos passam desde a melhoria do estádio, ao contínuo crescimento do Benfica Campus, dos pavilhões e ao nascimento do centro de alto rendimento, que possa servir as modalidades."

Responsabilidade pela dimensão: "Somos o maior de Portugal. Temos de ser ativos e de assumir essa responsabilidade pela nossa dimensão. Temos de estar sempre na linha da frente, o que engloba muitos aspetos. Temos de estar sempre atentos, à procura de melhorar, do enquadramento do futebol português, dos quadros competitivos, direito televisivos, do cartão do adepto, que tira muitos adeptos aos estádios."